Notícias 19 abr, 22

Encontro Empresarial marcou retomada de eventos presenciais da ACIJS

Cenário externo segue desafiador para o Brasil, mas SC deve manter crescimento

Influências externas como o conflito entre Rússia e Ucrânia, somadas aos efeitos da pandemia em vários setores e os reflexos de um ano eleitoral que tende a ser turbulento, podem comprometer a plena retomada da economia brasileira em relação ao cenário global. Por outro lado, os indicadores positivos de Santa Catarina devem manter o estado em um ambiente mais favorável em relação a outras regiões do País.

As duas sinalizações foram compartilhadas pelo economista-chefe do Banco do Brasil, Marcelo Rebelo Lopes, e pela jornalista e comentarista de economia Estela Benetti, na segunda-feira (18), no Encontro Empresarial da ACIJS. A primeira edição do ano do tradicional evento da entidade contou com a presença de um bom público, marcando a retomada de agendas corporativas presenciais no CEJAS – Centro Empresarial de Jaraguá do Sul.

O painel “Como construir confiança na economia brasileira em 2022” teve como mediadora a presidente da ACIJS e do CEJAS, Ana Clara Franzner Chiodini. Ela destacou o evento como mais uma oportunidade para reunir associados, empresas da região e lideranças da comunidade em torno de uma pauta importante, após dois anos de enfrentamento do quadro mais crítico da pandemia de coronavírus e de busca a retomada da normalidade em todos os ambientes da sociedade.

Marcelo Rebelo traçou um panorama global a partir das análises da área econômica do Banco do Brasil. Mestre em economia, com especialização em mercados de capitais e, também, com formação em comunicação social, Marcelo atuou por 13 anos no mercado financeiro e pesquisa macroeconômica junto à BBDTVM, gestora de recursos do BB, exerceu a função de especialista de investimentos de 2017 a 2018 e de economista-chefe da mesma BBDTVM de 2019 a 2021, assumindo em dezembro do ano passado a função atual economista-chefe do BB. Segundo ele, as projeções já indicavam que 2022 seria um ano de desafios, não só pelos efeitos da pandemia e a sinalização de uma recuperação econômica marcada pelas influências no câmbio, pela chegada de um período eleitoral, mas desde o acirramento nas relações entre Rússia e Ucrânia mostrando dificuldades ainda maiores.

Os estudos do BB, assinala Marcelo Rebelo, apontam para uma duração do conflito entre os dois países ao longo do segundo trimestre, com risco de mais violência e a ampliação de sanções à Rússia que pode trazer uma pressão ainda maior sobre preços de commodities, afetando ainda mais setores como de energia, gás e alimentos, e agravando um momento de forte pressão inflacionária e a aceleração do processo de aperto monetário em termos globais. No ambiente interno, explica Marcelo, o real tem apresentado valorização que surpreende o mercado, com expectativa de que a taxa de câmbio encerre o ano a R$ 5,00 e chegue a R$ 4,80 em 2023. A análise do cenário econômico regional mostra o centro-oestecomo a região mais dinâmica em 2022, mas no quadro geral um crescimento mais lento da população ocupada e projeção de que a Selic se mantenha em patamar elevado por mais tempo.

Em relação a Santa Catarina, Estela Benetti faz uma leitura mais otimista. Apoiada nos bons índices que o estado mantém na média brasileira, com crescimento na atividade da indústria, comércio e serviços, além do desempenho da agroindústria, o posicionamento é de que a economia catarinense continue sendo mais resiliente diante de uma crise global. A favor do estado, aponta, figuram os dados de ocupação de postos de trabalho apurados pelo Caged, com geração de 167,8 mil novos empregos em 2021 e taxa de desocupação de 4,3% em dezembro contra 11,2% no Brasil. A melhor competitividade do estado também é indicada nas projeções de investimentos, com previsão de aplicação de R$ 10 bilhões em projetos empresariais. Como principais obstáculos, a inflação acima de 7% em 2022, a taxa básica de juros próxima de 13% e os efeitos indiretos da guerra entre Rússia e Ucrânia podem se tornar elementos inibidores.

Estela Benetti, que também tem formação em ciências econômicas, ressalta que Jaraguá do Sul e região tendem a acompanhar o ritmo estadual, com atividade econômica acima da média, pela característica de preservar uma matriz econômica diversificada e dinâmica, mas observa a importância do investimento em educação e inovação, preparando a região e o estado para atender maior demanda voltada à tecnologia e à internacionalização.

>>> Assista as palestras na íntegra >>

>>> Veja as demais fotos do evento: https://bit.ly/3rBYl7B



Confira as

Últimas notícias

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Confira a programação de encontros de nucleados e participe do fortalecimento do associativismo empresarial

Palestra sobre sucessão familiar marca encontro estadual de automecânicas

Encontro reúne representantes de Núcleos Empresariais que congregam o setor em todo o estado, no Centro Empresarial

Encontro Empresarial da ACIJS traz debate sobre inovação como impulsionadora de negócios

Evento com ingresso solidário, mediante doação de 1 quilo de alimento, é aberto a empresas associadas ou não, e oportunizará insights importantes para empreendimentos de todos os portes e segmentos econômicos

Seminário debate potencial turístico do Vale dos Encantos

Evento ocorre pelo sexto ano e busca envolver operadores de segmentos do turismo para potencializar interesse de visitantes à região

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Acompanhe e participe das atividades dos Núcleos Empresariais e ajude a fortalecer a representatividade do associativismo empresarial de Jaraguá do Sul e região

Competitividade industrial e expansão da mobilidade dependem de mais avanços nas políticas públicas

Indústria nacional tem potencial para ser protagonista, mas a inovação tecnológica e maior adesão a projetos de infraestrutura industrial dependem de incentivos, dizem especialistas

Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade atualiza ACIJS sobre informações da BR-280

Acompanhamento mensal visa trazer a associados e comunidade informações atualizadas e oficiais sobre o projeto de duplicação da rodovia, considerada estratégica para a logística e mobilidade da região

ACIJS e Núcleos recebem homenagens em noite de reconhecimento à solidariedade

Emoção e reconhecimento ao voluntariado e engajamento social da comunidade marcaram noite especial de abertura das comemorações dos148 anos de Jaraguá, no Centro Cultural da SCAR

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Acompanhe a programação de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Tecnologia, inovação e empreendedorismo vão à sala de aula no contraturno escolar em Jaraguá do Sul

Iniciativa via oportunizar aos estudantes referências para uma futura carreira profissional

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar