Notícias 05 maio, 22

Entidades expõem preocupação com o novo ajuste anunciado pelo Comitê de Política Monetária

ACIJS avalia que novo aumento da Taxa Selic pode inibir investimentos

A decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) de ajustar a taxa básica de juros (Selic) em um ponto percentual, passando de 11,75% para 12,75% ao ano, é considerada equivocada por entidades ligadas ao setor produtivo.

Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a taxa anterior já era suficiente para garantir uma trajetória de queda da inflação nos próximos meses, argumentando que a alta leva tempo para restringir a atividade e, consequentemente, segurar a alta dos preços. “Este novo aumento da taxa de juros deve comprometer ainda mais a atividade econômica, que já dá claros sinais de fraqueza. Para a indústria, a intensificação do ritmo de aperto da política monetária piora as expectativas para o crescimento econômico em 2022, com efeitos adversos sobre a produção, o consumo e o emprego”, disse o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, à Agência Brasil.

A presidente da ACIJS, Ana Clara Franzner Chiodini, também avalia com preocupação o cenário, considerando que a taxa de juros vem alcançando um patamar que pode inibir ainda mais o potencial de investimentos do setor produtivo. Embora considere que já havia sinalizações de uma nova elação na taxa básica de juros, ela entende que no atual momento a tomada de crédito fica comprometida em função do custo para quem deseja investir. “Houve uma evolução muito rápida e essa aceleração inviabiliza projetos de investimentos pelo custo alto do capital, principalmente de setores que vinham confiando em uma retomada do crescimento”, observa.

Ainda segundo avaliação da CNI, a expectativa de inflação cadente e a trajetória incerta de recuperação da atividade econômica demandam uma política monetária mais moderada e atenta aos desafios de crescimento do Brasil no curto prazo.

Já a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) considera que, apesar de esperado, o décimo aumento consecutivo da Selic é “ineficiente e pouco efetivo no controle do nível de preços neste momento”.

De acordo com a entidade, a atividade econômica já tem sentido os efeitos do início do ciclo de alta da taxa de juros, contudo a inflação não tem dado sinais de abrandamento. “A desorganização das cadeias de produção, provocada pela pandemia de covid-19, e os impactos derivados da guerra na Ucrânia reforçam que a inflação advém de choques externos e temporários de oferta, e não de demanda. A nova alta de juros penaliza ainda mais o nível de atividade e reforça a perspectiva de desaceleração econômica em 2022”, avaliou a Firjan.

A federação disse ainda que “nesse contexto, vale ressaltar que os gargalos da cadeia de insumos mostraram a necessidade de diversificar fornecedores e fortalecer indústrias estratégicas, trazendo a urgência de políticas de longo prazo para a indústria. Além disso, as incertezas relacionadas ao arcabouço fiscal mantêm elevada a percepção de risco nas contas públicas, que continuam sendo fator de risco para a economia brasileira”. A Firjan voltou a afirmar ainda a necessidade de reformas que sinalizem equilíbrio nas contas públicas, e classificou a medida como “impreterível” para a retomada do crescimento sustentável. [Com informações da Agência Brasil]


Tags


Confira as

Últimas notícias

Jaraguá busca suporte da Celesc à inovação

Objetivo do encontro foi alinhar as estratégias com foco na tecnologia e inovação à ações de infraestrutura sob responsabilidade do governo estadual

Núcleo do Voluntariado Corporativo ACIJS inicia campanha “Aqueça o coração”

Objetivo é incentivar a solidariedade ajudando na doação de agasalhos para quem precisa diante do frio

Cenário atual traz incertezas sobre as eleições, diz economista no Encontro Empresarial ACIJS

Evento marcou os 103 anos da Rede OCP de Comunicação

ACIJS avalia que novo aumento da Taxa Selic pode inibir investimentos

Entidades expõem preocupação com o novo ajuste anunciado pelo Comitê de Política Monetária

Empreendedores compartilham sucesso de programa de mentoria ACIJS

Encontro do Núcleo de Jovens Empreendedores deu oportunidade a troca de experiências e ganhos com programa de Mentoria

Audiência pública debate oportunidades de aprendizagem a menores

Evento trouxe esclarecimentos sobre a importância social do programa "Trabalhando Juntos"

Seminário evidencia iniciativas para tornar cidades mais inteligentes e sustentáveis

Evento mostrou a importância de qualificar projetos para tornar cidades mais saudáveis e com desenvolvimento sustentável

Núcleo de Voluntariado Corporativo lança campanha solidária de doação de lacres

Pontos de coleta na recepção do CEJAS e nas empresas nucleadas querem estimular participação da comunidade

Economista Roberto Padovani fala sobre cenário econômico e impactos na eleição, dia 10, na ACIJS

Evento é gratuito e aberto à comunidade, com inscrições pelo portal In Rede [www.acijs.com.br]

Presidente do Inmetro se reúne com lideranças, na ACIJS, e relata ações

Objetivo do encontro foi estreitar relacionamento da autarquia federal com o setor produtivo e apresentar estrutura do Inmetro

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar