Notícias 16 dez, 21

Projeto vai permitir a aplicação de tecnologia inédita, com a instalação de redes de 5G por meio da integração de antenas às luminárias inteligentes

Jaraguá do Sul é a primeira cidade de SC a integrar rede nacional de 5G

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Ministério das Comunicações (MCom) lançaram nesta quinta-feira (16/12), durante evento nacional realizado em Natal, Rio Grande do Norte, o projeto Conecta 5G, que permitirá a implementação de redes inteligentes de 5G em municípios brasileiros.

O projeto é resultado de um convênio entre a ABDI e o Parque Tecnológico de São José dos Campos (PQTEC SJC), e prevê testes práticos do uso de mobiliário urbano (luminárias inteligentes) com antenas 5G integradas.

Inicialmente, uma capital e quatro municípios serão contemplados com a tecnologia: Curitiba (PR); Ceará-Mirim (RN), Petrolina (PE), Araguaína (TO) e Jaraguá do Sul, única cidade de Santa Catarina incluída no projeto. Nesta primeira fase, o Conecta 5G terá a duração de 36 meses e recursos da ordem de R$ 10,3 milhões, sendo R$ 10 milhões da ABDI e o restante de contrapartida.

O presidente da ACIJS e do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, Luis Hufenüssler Leigue, e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação Daniel Gustavo de Arruda representaram o município no evento. “É um momento histórico que marca, mais uma vez, o pioneirismo de Jaraguá do Sul e traz a expectativa de um salto importante para que a cidade e região avancem ainda mais em um modelo de desenvolvimento sustentável, apoiada em tecnologia inovadora como é o 5G”, avalia Luis Leigue.

O presidente da ACIJS reitera que a inclusão do município em um projeto nacional é resultado do trabalho articulado que é característica de Jaraguá do Sul. “É uma tradição da entidade se envolver com temas que transpassam o ambiente econômico, mas que diz respeito ao desenvolvimento de uma cidade com mais qualidade para todos. Com a inclusão digital não seria diferente e a partir desta nova frente há um esforço para alcançarmos um conceito como cidade inteligente nas soluções que envolvam tecnologias não só nas áreas públicas como no suporte ao desenvolvimento de negócios”, afirma Luis Leigue.

Ele menciona a interlocução que a ACIJS já vinha fazendo desde agosto do ano passado junto aos órgãos federais e instituições como a ABDI para que a cidade fosse inserida em projetos e em testes para a aplicação do 5G. Desde então, triangulando ações com a administração municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, e entidades como o Novale Hub, a ACIJS apresentou à diretoria da ABDI uma proposta inicial de implementação contemplando políticas públicas apoiadas no conceito “Smart City” do qual também constava iniciativas como a criação do Sandbox Regulatório.

“O envolvimento da Prefeitura tem sido fundamental, inclusive possibilitando investimentos para tornar possível testes que serão muito importantes seja para as empresas que atuarão nesse segmento, seja no aumento da atratividade por novos investimentos de negócios de outras regiões interessadas em se instalar no município”, observa Leigue. Outro fator que contribui para que a cidade se integrasse a um projeto nacional foi a aprovação pela Câmara de Vereadores do Sandbox Regulatório, que permite ao município oferecer ambiente de testes a empresas em projetos de inovação.

Secretário Daniel de Arruda (e), Igor Calvet, presidente da ABDI (c), e Luis Hufenüssler Leigue, presidente da ACIJS

Representantes de entidades e prefeituras envolvidas com o projeto Conecta 5G, diretores da ABDI e o ministro das Comunicações Fabio Faria (no centro, de colete)

Sobre o Conecta 5G

A internet 5G utiliza ondas milimétricas de alta frequência e, por isso, exige mais receptores e repetidores de sinal para transpor obstáculos fixos, como torres e edifícios. Portanto, a implementação da quinta geração de rede móvel prevê a construção de novas bases de conexão. Além disso, estados e municípios deverão alterar sua legislação, permitindo a instalação de mais antenas em locais públicos.

O Conecta 5G oferece uma solução para a instalação dessa infraestrutura habilitadora, para permitir o processo de transformação digital de municípios e do setor produtivo. Desenvolvida pelas empresas Nokia e Juganu exclusivamente para ser testada neste projeto, a luminária inteligente contém uma antena 5G embutida e utiliza a tecnologia de chipset da empresa Qualcomm.

A solução que integra as antenas 5G às luminárias inteligentes poderão, portanto, ser a solução para o problema do local de instalação do elevado número de antenas que a tecnologia 5G necessita nas cidades. A vantagem é que a gestão da iluminação pública é municipal e as prefeituras dispõem de recursos para adquirir novas luminárias (inclusive inteligentes). Os testes serão realizados nas faixas de 3.7; 3.8; 27.5; e de 27.9 GHz (gigahertz) da tecnologia 5G.

Com a integração das antenas 5G às luminárias inteligentes, os municípios poderão criar sua própria infraestrutura de redes 5G e oferecer conectividade rápida para a população. Além disso, as prefeituras poderão gerar receitas acessórias, alugando suas antenas, dentro das luminárias, para as operadoras de telefonia móvel.

As redes de quinta geração são apontadas como uma infraestrutura com potencial de revolução, tanto para a indústria 4.0 quanto para o processo de transformação de municípios rumo às Cidades Inteligentes.



Confira as

Últimas notícias

ACIJS e Facisc se posicionam diante de novo corte de verbas em obras de rodovias

ACIJS ressalta importância de maior rapidez em obras na malha viária de Santa Catarina

Nota de pesar - Yara Fischer Springmann

A ACIJS, representada por sua Diretoria. Conselho Superior e Empresas Associadas, expressa o sentimento de pesar da classe empresarial de Jaraguá do Sul diante do

Ação Social do Núcleo de Voluntariado leva alegria a crianças no Natal

Iniciativa beneficiou crianças assistidas pelo programa Novos Caminhos e também menores da comunidade haitiana do Bairro Vieiras

NOTA OFICIAL – A favor da moralidade, contra o aumento de gastos públicos

Entidade se alinha a manifestações de setores representativos do meio empresarial e da sociedade civil diante de medidas que comprometem a gestão de recursos públicos

ACIJS vê legitimidade em manifestações por mais recursos a rodovias

Entidades representativas do setor produtivo têm atuado no sentido de assegurar continuidade de obras de infraestrutura

NOTA OFICIAL - Fundo Eleitoral 2022

Com a decisão de senadores e deputados federais, Fundo Eleitoral pode utilizar até R$ 5,7 bilhões de recursos públicos, em 2022

Jaraguá do Sul é a primeira cidade de SC a integrar rede nacional de 5G

Projeto vai permitir a aplicação de tecnologia inédita, com a instalação de redes de 5G por meio da integração de antenas às luminárias inteligentes

“Desafio é recuperar posição de destaque de Jaraguá na economia do estado”, diz prefeito Antídio, na ACIJS

Encontro Empresarial marcou encerramento da agenda de plenárias da entidade em 2021

ACIJS inicia campanha de incentivo à segunda dose de vacina contra a Covid-19

Ação busca envolver a comunidade no esforço para que o ciclo de imunização contra a Covid-19 seja completo

Alta de juros era aguardada, mas decisão pode afetar recuperação econômica, avaliam entidades

Sétimo aumento seguido dos juros pode inibir capacidade de reação de empresas no pós-pandemia, temem especialistas

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar