Notícias 11 out, 21

Iniciativa do Legislativo permitirá à Associação Jaraguá Mais Saudável buscar recursos para a sustentabilidade do programa

Jaraguá Mais Saudável é reconhecido como iniciativa de utilidade pública

Jefferson Galdino (e) e o o pastor William Bretzke (d) apresentaram um relato das atividades do Jaraguá Mais Saudável na sessão promovida pela Câmara de Vereadores

Formalizado em setembro de 2018, como resultado de parceria entre a ACIJS, FIESC e Prefeitura, o programa Jaraguá Mais Saudável foi reconhecido como iniciativa de utilidade pública durante sessão da Câmara de Vereadores na terça-feira, dia 5.

Iniciativa pioneira no Estado, o programa tem como objetivo contribuir para a elevação de indicadores de qualidade de vida no município e região, por meio de ações que, a longo prazo, poderão resultar em uma população mais longeva, como resultado de práticas focadas em bem-estar, cuidados com a saúde e a qualidade de vida.

Representando a Associação Jaraguá Mais Saudável, entidade criada para atuar como mantenedora do programa,  estiveram na Câmara de Vereadores Jefferson Galdino, gerente executivo do Senai e Sesi, o pastor William Bretzke, e a analista administrativa Luciana Dupont.

Na sessão proposta pelos vereadores Rodrigo Araújo e Sirley Schappo, foram relatados os trabalhos realizados pelo programa, que conta com a ajuda de voluntários de diversas entidades da sociedade civil, poder público e comunidade. Conforme Galdino, a agenda atua fortemente no propósito de conscientizar a população para a mudança de comportamento, orientando por meio de atividades que promovam hábitos mais saudáveis.

Dentre as ações realizadas, o pastor William Bretzke apresentou os resultados de pesquisa aplicada no bairro Ilha da Figueira entre 2019 e 2020 que identificou aspectos do perfil de saúde dos moradores. Com base nos resultados da pesquisa, em agosto deste ano foi lançada a iniciativa “Agita Mais Figueira”, buscando mobilizar os moradores em diversas atividades, agenda que continua e que ainda em 2021 prevê a realização de um passeio ciclístico e uma caminhada com plantio de mudas. Em 2022, está prevista a realização do Seminário Cidades Mais Saudáveis, que vai discutir e trazer informações sobre os assuntos enfatizados pela instituição.

Durante a sessão também foi votado e aprovado um projeto de lei que reconhece a utilidade pública da Associação Jaraguá Mais Saudável. Iniciativa da bancada do Partido Novo, o projeto de lei contou com as assinaturas também de Anderson Kassner (Progressistas), Jair Pedri (PSD), Jeferson Cardozo (PSL), Jonathan Reinke (Podemos), Nina Santin Camello (Progressistas), Luís Fernando Almeida (MDB), Onésimo Sell (MDB) e Osmair Gadotti (MDB).

Ao justificar o pedido, a vereadora Sirley Schappo destacou a importância das atividades do Jaraguá Mais Saudável e disse que o reconhecimento à condição de utilidade pública da Associação pelo Poder Público Municipal permitirá à entidade buscar recursos para a sustentabilidade necessária ao desenvolvimento dos trabalhos.

Conheça o programa acessando www.jaraguamaissaudavel.org.br

Um pouco mais sobre o Jaraguá Mais Saudável

A proposta de estruturar um programa para fortalecer o conceito de qualidade de vida na população a iniciativa ganhou força a partir de agosto de 2017, quando lideranças do município foram mobilizadas para conhecer a proposta do Blue Zones, iniciativa mundial que atua com propósito semelhante.

A característica empreendedora, cultura associativista e bons indicadores de saúde, educação, cultura, bem-estar e segurança fez com que Jaraguá do Sul recebesse técnicos da Healthways, empresa responsável pelo projeto Blue Zones. Embora a implantação não se viabilizasse naquele momento, o grupo manteve a estratégia de seguir adiante com o projeto. A proposta avançou até ser oficializada em 2018, com a assinatura de um Protocolo de Intenções entre ACIJS, FIESC e Prefeitura.

Com o engajamento de vários segmentos, foram alinhados indicadores e formados comitês que, desde então, atual na viabilização de várias ações apoiadas nos três eixos principais do programa: comer (alimentação saudável), mover (práticas esportivas que favoreçam o bem-estar e a qualidade de vida) e pertencer (ter um propósito de vida, valorizar crenças, buscar o conhecimento contínuo, a autoestima e o envolvimento em atividades na comunidade).

Embora o protocolo de intenções tenha sido assinado por três entidades, para a Associação Jaraguá Mais Saudável o sucesso do programa dependerá sempre do engajamento de todas as entidades e da população. Não se trata de um projeto de grupos ou de entidades, mas uma ação de cidadania que tem como foco central a saúde e o bem-estar da população por meio de ações como mudança de comportamento e atividades saudáveis que resultem numa melhor qualidade de vida.

A logomarca do programa foi criada sem custo pelo artista plástico Luciano Martins, que doou a peça em reconhecimento à importância da iniciativa. (Com informações adicionais da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul)



Confira as

Últimas notícias

ABRH-Jaraguá do Sul promove Circuito de Talentos Solidário

Evento vai ajudar financeiramente duas instituições sociais do município - APAE e AMA - com o repasse do valor de inscrições

BR-280: falta de mais investimentos trava crescimento da região

Obra é considerada estratégica para maior desenvolvimento econômico da região Norte do estado

Ajustes são importantes, mas reformas precisam ser amplas, diz ACIJS

Criação do IVA - Imposto sobre Valor Agregado pode corrigir distorções e estimular competitividade do País, avaliam entidades do setor produtivo

Jaraguá Mais Saudável é reconhecido como iniciativa de utilidade pública

Iniciativa do Legislativo permitirá à Associação Jaraguá Mais Saudável buscar recursos para a sustentabilidade do programa

ACIJS defende acesso facilitado de MEIs a crédito e a programas de gestão

Levantamento mostra que o segmento vem se consolidando e revela crescimento nos seis primeiros meses do ano

Pacto de Desenvolvimento e Inovação tem adesão de prefeitos da Amvali

Movimento busca o desenvolvimento regional sustentável do Vale do Itapocu

Viver Jaraguá quer mostrar oportunidades ao desenvolvimento do turismo regional

Além de mostrar projetos para estimular o setor, evento apresentará linhas de crédito voltadas ao turismo

Economia reage, mas qualificação de mão de obra ainda é desafio

Reaquecimento da economia no pós-pandemia vai exigir mais atenção com a qualificação profissional, avaliam entidades

Núcleo das Cervejarias comemora desempenho de marcas de Jaraguá em evento mundial

Líder do Núcleo das Cervejarias destaca importância da premiação como reconhecimento da qualidade do que é feito na cidade

Transformações globais em pauta na ExpoGestão 2021

Associados da ACIJS têm acesso a um dos principais eventos corporativos do Brasil, de 19 a 21 de outubro

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar