Notícias 11 out, 21

Iniciativa do Legislativo permitirá à Associação Jaraguá Mais Saudável buscar recursos para a sustentabilidade do programa

Jaraguá Mais Saudável é reconhecido como iniciativa de utilidade pública

Jefferson Galdino (e) e o o pastor William Bretzke (d) apresentaram um relato das atividades do Jaraguá Mais Saudável na sessão promovida pela Câmara de Vereadores

Formalizado em setembro de 2018, como resultado de parceria entre a ACIJS, FIESC e Prefeitura, o programa Jaraguá Mais Saudável foi reconhecido como iniciativa de utilidade pública durante sessão da Câmara de Vereadores na terça-feira, dia 5.

Iniciativa pioneira no Estado, o programa tem como objetivo contribuir para a elevação de indicadores de qualidade de vida no município e região, por meio de ações que, a longo prazo, poderão resultar em uma população mais longeva, como resultado de práticas focadas em bem-estar, cuidados com a saúde e a qualidade de vida.

Representando a Associação Jaraguá Mais Saudável, entidade criada para atuar como mantenedora do programa,  estiveram na Câmara de Vereadores Jefferson Galdino, gerente executivo do Senai e Sesi, o pastor William Bretzke, e a analista administrativa Luciana Dupont.

Na sessão proposta pelos vereadores Rodrigo Araújo e Sirley Schappo, foram relatados os trabalhos realizados pelo programa, que conta com a ajuda de voluntários de diversas entidades da sociedade civil, poder público e comunidade. Conforme Galdino, a agenda atua fortemente no propósito de conscientizar a população para a mudança de comportamento, orientando por meio de atividades que promovam hábitos mais saudáveis.

Dentre as ações realizadas, o pastor William Bretzke apresentou os resultados de pesquisa aplicada no bairro Ilha da Figueira entre 2019 e 2020 que identificou aspectos do perfil de saúde dos moradores. Com base nos resultados da pesquisa, em agosto deste ano foi lançada a iniciativa “Agita Mais Figueira”, buscando mobilizar os moradores em diversas atividades, agenda que continua e que ainda em 2021 prevê a realização de um passeio ciclístico e uma caminhada com plantio de mudas. Em 2022, está prevista a realização do Seminário Cidades Mais Saudáveis, que vai discutir e trazer informações sobre os assuntos enfatizados pela instituição.

Durante a sessão também foi votado e aprovado um projeto de lei que reconhece a utilidade pública da Associação Jaraguá Mais Saudável. Iniciativa da bancada do Partido Novo, o projeto de lei contou com as assinaturas também de Anderson Kassner (Progressistas), Jair Pedri (PSD), Jeferson Cardozo (PSL), Jonathan Reinke (Podemos), Nina Santin Camello (Progressistas), Luís Fernando Almeida (MDB), Onésimo Sell (MDB) e Osmair Gadotti (MDB).

Ao justificar o pedido, a vereadora Sirley Schappo destacou a importância das atividades do Jaraguá Mais Saudável e disse que o reconhecimento à condição de utilidade pública da Associação pelo Poder Público Municipal permitirá à entidade buscar recursos para a sustentabilidade necessária ao desenvolvimento dos trabalhos.

Conheça o programa acessando www.jaraguamaissaudavel.org.br

Um pouco mais sobre o Jaraguá Mais Saudável

A proposta de estruturar um programa para fortalecer o conceito de qualidade de vida na população a iniciativa ganhou força a partir de agosto de 2017, quando lideranças do município foram mobilizadas para conhecer a proposta do Blue Zones, iniciativa mundial que atua com propósito semelhante.

A característica empreendedora, cultura associativista e bons indicadores de saúde, educação, cultura, bem-estar e segurança fez com que Jaraguá do Sul recebesse técnicos da Healthways, empresa responsável pelo projeto Blue Zones. Embora a implantação não se viabilizasse naquele momento, o grupo manteve a estratégia de seguir adiante com o projeto. A proposta avançou até ser oficializada em 2018, com a assinatura de um Protocolo de Intenções entre ACIJS, FIESC e Prefeitura.

Com o engajamento de vários segmentos, foram alinhados indicadores e formados comitês que, desde então, atual na viabilização de várias ações apoiadas nos três eixos principais do programa: comer (alimentação saudável), mover (práticas esportivas que favoreçam o bem-estar e a qualidade de vida) e pertencer (ter um propósito de vida, valorizar crenças, buscar o conhecimento contínuo, a autoestima e o envolvimento em atividades na comunidade).

Embora o protocolo de intenções tenha sido assinado por três entidades, para a Associação Jaraguá Mais Saudável o sucesso do programa dependerá sempre do engajamento de todas as entidades e da população. Não se trata de um projeto de grupos ou de entidades, mas uma ação de cidadania que tem como foco central a saúde e o bem-estar da população por meio de ações como mudança de comportamento e atividades saudáveis que resultem numa melhor qualidade de vida.

A logomarca do programa foi criada sem custo pelo artista plástico Luciano Martins, que doou a peça em reconhecimento à importância da iniciativa. (Com informações adicionais da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul)



Confira as

Últimas notícias

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Núcleos Empresariais oportunizam a empreendedores acesso a uma vasta rede de relacionamentos, vital para o desenvolvimento dos negócios

BR-280: Atualização da obra de duplicação do trecho federal - lote 2.2 (contorno)

Conforme a coordenadoria regional do DNIT, obras na rodovia seguem o cronograma e contorno tem previsão de conclusão em dezembro de 2025

Feirão do Imposto conscientiza sobre impactos da carga tributária

Com o tema "Dígitos que sufocam", a campanha deste ano movimenta empresas da região para mostrar como a elevada carga tributária pode ser sufocante para os cidadãos e para a economia como um todo

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Acompanhe a agenda de encontros de nucleados e atividades de educação empresarial da ACIJS

Inovação e gestão com foco nas pessoas faz organizações crescerem com sustentabilidade

Empresário falou sobre estratégias que levaram a Duas Rodas a posições de liderança nos segmentos em que atua no mercado internacional

Imposto de Renda: recursos de doações podem ajudar projetos sociais na região

ACIJS incentiva contribuintes da região a destinarem recursos do Imposto de Renda em apoio a projetos sociais

Jaraguá do Sul já encaminhou mais de 250 toneladas de doações ao RS

Novamente o município e região demonstram capacidade de mobilização da comunidade em torno da solidariedade

SC quer elevar participação do PIB para 10% no setor de tecnologia, até 2030

Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação Marcelo Fett destacou importância do alinhamento do setor produtivo com as políticas do estado na área da inovação

Agenda de atividades dos Núcleos Empresariais ACIJS

Confira destaques da agenda da ACIJS

Geração de valor nas organizações é tema do Encontro Empresarial

Evento com palestra do presidente da Duas Rodas, Leonardo Zipf, é aberto a empresários e comunidade em geral

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar