Notícias 18 fev, 20

  Em reportagem publicada no jornal O Correio do Povo, o presidente da ACIJS e do Centro Empresarial de Jaraguá […]

Redução de recursos para duplicação da BR-280 é lamentável, diz presidente da ACIJS

Trecho da BR-280 em obras entre Guaramirim e Jaraguá do Sul
Foto de Fábio Junckes/OCP

 

Em reportagem publicada no jornal O Correio do Povo, o presidente da ACIJS e do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, Anselmo Luiz Jorge Ramos, lamentou que as obras de duplicação da BR-280 sofram nova redução de recursos.

“Se os recursos não forem liberados no volume necessário, será sem dúvida lamentável ver que um projeto como o da duplicação ficará protelado por mais um ano. A região Norte do Estado já provou sua importância para a economia não somente de Santa Catarina, mas de todo o Brasil, é um polo que promove a geração de riquezas, seja com impostos ou de postos de trabalho, e mais uma vez estamos sujeitos a um ritmo de obras que não é condizente ao que representamos para o desenvolvimento econômico e social”, disse o empresário ao comentar informações divulgadas pela imprensa.

Conforme a reportagem do OCP, as expectativas quanto à aceleração dos trabalhos na rodovia são frustrantes. Diz a reportagem que por mais um ano, as expectativas de avanço nas obras de duplicação da BR-280 não são otimistas. Dos R$ 370 milhões solicitados pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) ao governo federal, apenas R$ 73 milhões serão encaminhados para os serviços nos três lotes em 2020. A duplicação iniciou em 2014.

No ano passado, a verba para a rodovia foi de R$ 89,1 milhões. Para o lote 1.1, entre São Francisco do Sul e a interseção da BR-101, o orçamento previsto era de R$ 20 milhões para desapropriações e R$ 100 milhões para as obras. No entanto, somente R$ 20 milhões serão destinados ao trecho neste ano.

Da BR-101 ao acesso de Guaramirim e Jaraguá do Sul (lote 2.1), onde estão previstos dois viadutos, duas pontes, duas passarelas e travessia de oleoduto, serão aplicados R$ 13 milhões, dos R$ 45 milhões que foram planejados.

O lote 2.2, que compreende o contorno rodoviário de Guaramirim e Jaraguá, será o que mais receberá verba nos próximos meses: cerca de R$ 40 milhões. O pedido do Dnit era de R$ 205 milhões. Quando for finalizado, o trecho contará com 18 obras de arte especiais, sendo 16 viadutos e duas pontes.

Com esses recursos, o Dnit pretende concluir a pavimentação do quilômetro 49 ao 50,74 no lote 2.1 e entre o km 50,74 ao 54 no 2.2, onde há a interseção com a SC-108. No trecho de São Francisco do Sul, a expectativa é executar o viaduto do Instituto Federal de Santa Catarina com as vias marginais.

Entidades de classe mobilizadas em prol da 280

O presidente da Acijs (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul) e do Cejas (Centro Empresarial), Anselmo Luiz Jorge Ramos, disse que a sociedade só tem a lamentar com os atrasos na execução de uma obra tão importante para a região, como é o caso da BR-280.

O empresário lembra que uma boa parte da produção de Santa Catarina passa pela rodovia, que liga o planalto ao litoral e faz interseções com a BR-101, um corredor natural do Mercosul, e com outros centros de consumo por meio de portos, aeroportos e ferrovia.

Conforme o presidente, as entidades de classe já se mobilizam para levar as reivindicações aos movimentos organizados no Estado e junto aos representantes federais, buscando reverter a decisão de contingenciar os recursos e com isto fazer com que a duplicação figure como prioridade de governo.

A ideia, explica o presidente da Associação Empresarial, é realizar um encontro com lideranças dos municípios envolvidos e com a bancada parlamentar de Santa Catarina e com isto sensibilizar Brasília para a importância de que esta obra seja finalizada aguardada há tanto tempo.

Trabalhos que estavam planejados para este ano

>>> Lote 1: concluir a pavimentação do km 3,8 ao km 12 (contorno de São Francisco do Sul) e pavimentação do km 26 ao km 28 (travessia urbana de Araquari, incluindo viaduto do IFC);

>>> Lote 2.1: concluir pavimentação do km 43,9 ao km 50,74 e fazer parcialmente a pavimentação do km 40,5 ao km 42,9;

>>> Lote 2.2: concluir pavimentação do km 50,74 (início do contorno) ao km 62,4 (interseção com a rua Manoel Fco. Da Costa) e concluir também as escavações dos tuneis Morro Vieira.

Em que fase estão os trabalhos de duplicação?

>>> Lote 1: em execução a terraplenagem e a drenagem entre o km 3 e o km 9;

>>> Lote 2.1: em execução a base do pavimento do km 45,4 ao km 50,74, mais a passarela para pedestres no km 50, e também a terraplenagem na interseção de Poço Grande;

>>> Lote 2.2: em execução a terraplenagem do km 50,74 ao km 63,5, a ponte sobre o rio Itapocuzinho, o viaduto sobre a rua Caixa D’água, o viaduto do início do contorno e o viaduto da interseção com a rua Manoel Francisco da Costa. Em andamento também o revestimento em concreto nos túneis do Morro Vieira. [Com informações do jornal O Correio do Povo em 18/02/2020]



Confira as

Últimas notícias

Inteligência emocional é tema de encontro de mulheres empreendedoras

Evento é gratuito e aberto ao público em geral, com participação pela plataforma Zoom

LGPD: multas e sanções começam a ser aplicadas

Penalidades começam a valer a partir deste domingo, dia 1º

NOTA DE PESAR - Geraldo José

Jornalista e radialista, Geraldo José deixa importante legado na comunidade por sua atuação profissional

CMN regulamenta programa de crédito a micro e pequenas empresas

Operações terão prazo mínimo de dois anos, sem carência, de acordo com a regulamentação aprovada pelo Conselho Monetário Nacional

Tradição que se repete, bolo de aniversário é presente nos 145 anos de Jaraguá do Sul

Momento de celebração e de agradecimento, afirmam os nucleados de Panificação e Confeitaria da ACIJS

Jaraguá do Sul busca apoio para avançar em projeto inédito como cidade inteligente

Iniciativa foi apresentada durante encontro no Centro Empresarial com a diretoria da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial

NOTA DE PESAR - Alminda Pradi Franzner

Manifestação de pesar e de reconhecimento pela importante atuação comunitária e social de Alminda Pradi Franzner

Relator apresenta proposta de Reforma Administrativa à classe empresarial

Presidente da ACIJS enfatizou no encontro com o relator a importância das reformas para que o Brasil volte a crescer com sustentabilidade econômica e social

145 anos de Jaraguá: Olhar para o futuro levará a cidade a outros patamares

Mensagem da ACIJS nos 145 anos de Jaraguá do Sul

145 anos de Jaraguá: Envolvimento comunitário garante bons indicadores de segurança pública

Espírito colaborativo da comunidade com instituições de segurança pública forma diferencial para a melhoria dos índices no município

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar