Notícias 24 maio, 19

O empresário Leonardo Fausto Zipf, diretor-presidente da Duas Rodas Industrial é um dos homenageados com a Ordem do Mérito da […]

Presidente da Duas Rodas recebe da FIESC a Ordem do Mérito Industrial

O empresário Leonardo Fausto Zipf, diretor-presidente da Duas Rodas Industrial é um dos homenageados com a Ordem do Mérito da Indústria. A entrega da comenda ocorreu nesta sexta-feira (24) durante solenidade na sede da FIESC – Federação das Indústrias de Santa Catarina.

Também receberam a distinção, Glauco José Côrte (ex-presidente da FIESC e vice-presidente executivo da CNI) e Sidney Haroldo Teruo Ogochi (Ogochi Menswear). O empresário Rui Altenburg, da empresa Altenburg, recebeu a comenda máxima da indústria nacional, a Ordem do Mérito Industrial da CNI – Confederação Nacional da Indústria. No mesmo evento, foi entregue ainda o Mérito Sindical, que reconhece a atuação de sindicatos de empresas no estado.

Discursando em nome dos homenageados, Leonardo Zipf disse que a história dentro do empreendedorismo é marcada pela importância e relevância do ser humano como fator determinante para alcançar os sonhos, e destacou a importância da inovação e das pessoas para a perenidade das organizações.

“O futuro é delineado por ações que estamos criando no presente. O caminho é construído passo a passo. Uma marca se torna referência quando o propósito está à frente dos interesses pessoais. Afinal, são vários corações que pulsam pelo sucesso e pela imagem de uma empresa”, afirmou o diretor presidente da Duas Rodas Industrial.

Leonardo Zipf falou em nome dos homenageados

Apoio a reformas e a incentivos para crescimento econômico

O presidente da FIESC, Mário Cézar de Aguiar, em seu pronunciamento, ressaltou a trajetória vitoriosa dos homenageados e disse que eles honram a classe industrial do estado, manifestando a o compromisso do setor com o desenvolvimento do País ao defender a aprovação de reformas que levem ao crescimento econômico.

“Precisamos dizer com clareza e firmeza que o setor industrial catarinense apoia incondicionalmente a reforma previdenciária, essencial para restabelecer o equilíbrio fiscal, atrair investimentos e manter a roda da economia girando”, afirmou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, em seu discurso na solenidade.

“Em âmbito estadual, defendemos a manutenção e regulamentação dos incentivos fiscais. Há uma ideia equivocada de que se trata de renúncia fiscal. Mas ninguém pode abrir mão daquilo que não possui. A alegada renúncia é sobre uma arrecadação que não existiria sem os incentivos fiscais. Eles mantêm e atraem empresas que movimentam a economia, geram empregos e elevam a arrecadação do tesouro”, resumiu Mário Aguiar.

Ele mencionou as reuniões realizadas nos últimos meses com o governo do estado para equacionar a regulamentação setorial dos incentivos fiscais dentro dos parâmetros legais, preservando setores econômicos fundamentais para a geração de empregos e a arrecadação pública. “Temos convicção de que esse capítulo em breve será concluído, com o encaminhamento à Assembleia Legislativa das pautas como foram acordadas com o setor produtivo, para que sejam aprovadas, convertidas em lei e sancionadas em tempo hábil”, afirmou.

Ainda em seu discurso, Aguiar chamou a atenção para o momento político e econômico delicado pelo qual passa o país. “Assistimos perplexos a notícias como a discussão sobre o impeachment do presidente da República. Lembramos que decorreram menos de 150 dias de mandato. Isso é algo preocupante e paradoxal para um país que o elegeu com 57 milhões de votos. Somente em nosso estado, recebeu 2,8 milhões de votos, mostrando que Santa Catarina apostou alto num Brasil diferente”, argumentou, convidando a plateia a refletir. “Conclamo aos colegas empresários e a todos os que aqui se encontram para que invistamos e nos esforcemos na defesa intransigente de um novo Brasil”, afirmou.

Glauco Côrte, que é vice-presidente da CNI e representou a entidade, reforçou a importância da aprovação da nova previdência e disse que este é um momento de celebração, mas, também, de convocação a todos para enfrentar os grandes desafios que afetam o país. “Vivemos, de fato, tempos difíceis. A recuperação da economia exige uma ação coordenada do Executivo, do Congresso e da sociedade para aprovar as reformas que criarão as condições para o crescimento sustentado do país. A principal dessas medidas, de curto prazo, é a reforma da previdência. Na atual conjuntura, de enormes restrições fiscais e dificuldades na economia, não podemos deixar de dar ênfase à reforma da previdência”, declarou, salientando que o sistema atual é inviável do ponto de vista financeiro, injusto do ponto de vista social e desalinhado com o extraordinário crescimento da expectativa de vida da população. (Com informações da FIESC)

 



Confira as

Últimas notícias

Nota de pesar - Yara Fischer Springmann

A ACIJS, representada por sua Diretoria. Conselho Superior e Empresas Associadas, expressa o sentimento de pesar da classe empresarial de Jaraguá do Sul diante do

Ação Social do Núcleo de Voluntariado leva alegria a crianças no Natal

Iniciativa beneficiou crianças assistidas pelo programa Novos Caminhos e também menores da comunidade haitiana do Bairro Vieiras

NOTA OFICIAL – A favor da moralidade, contra o aumento de gastos públicos

Entidade se alinha a manifestações de setores representativos do meio empresarial e da sociedade civil diante de medidas que comprometem a gestão de recursos públicos

ACIJS vê legitimidade em manifestações por mais recursos a rodovias

Entidades representativas do setor produtivo têm atuado no sentido de assegurar continuidade de obras de infraestrutura

NOTA OFICIAL - Fundo Eleitoral 2022

Com a decisão de senadores e deputados federais, Fundo Eleitoral pode utilizar até R$ 5,7 bilhões de recursos públicos, em 2022

Jaraguá do Sul é a primeira cidade de SC a integrar rede nacional de 5G

Projeto vai permitir a aplicação de tecnologia inédita, com a instalação de redes de 5G por meio da integração de antenas às luminárias inteligentes

“Desafio é recuperar posição de destaque de Jaraguá na economia do estado”, diz prefeito Antídio, na ACIJS

Encontro Empresarial marcou encerramento da agenda de plenárias da entidade em 2021

ACIJS inicia campanha de incentivo à segunda dose de vacina contra a Covid-19

Ação busca envolver a comunidade no esforço para que o ciclo de imunização contra a Covid-19 seja completo

Alta de juros era aguardada, mas decisão pode afetar recuperação econômica, avaliam entidades

Sétimo aumento seguido dos juros pode inibir capacidade de reação de empresas no pós-pandemia, temem especialistas

Câmara Federal aprova projeto que municipaliza regras de proteção de rios em áreas urbanas

Projeto de Lei que regulamenta ocupação de áreas próximas a rios nos municípios agora aguarda sanção presidencial

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar