Notícias 07 ago, 19

  O anúncio da Medida Provisória 892 na terça-feira (6), que define novos critérios para a veiculação de informações como […]

MP 892, que simplifica a divulgação de resultados das empresas, ajuda ambiente de negócios, avalia ACIJS

Disfunções burocráticas prejudicam a melhor competitividade das empresas, entende o presidente da ACIJS Anselmo Ramos

 

O anúncio da Medida Provisória 892 na terça-feira (6), que define novos critérios para a veiculação de informações como balanços de empresas por meio da chamada ‘publicação legal’, é mais uma iniciativa que ajuda na simplificação e reduz custos para as companhias brasileiras de capital aberto.

Com a MP divulgada pelo governo federal, as empresas ficam desobrigadas de publicarem balanços em jornais impressos e possam divulgar os seus resultados a custo zero em sites da CVM – Comissão de Valores Mobiliários ou no Diário Oficial da União. As empresas também poderão fazer a publicação em seus próprios sites e em jornais locais onde suas sedes estão localizadas, evitando o custo com anúncios pagos em veículos de grande circulação.

Segundo o governo, a intenção é simplificar processos referentes às publicações societárias em órgãos oficiais e em jornais de grande circulação, uma alteração que reduz custos para as empresas porque desobriga a publicação atualmente exigida e atende à inovação propiciada pelo avanço tecnológico. De acordo com estimativas do mercado, cerca de R$ 600 milhões são investidos por ano para o cumprimento de uma exigência que vinha vigorando até 2019, recursos que poderiam ser aplicados pelas companhias em outras frentes.

Na avaliação do presidente da ACIJS e do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, Anselmo Luiz Jorge Ramos, a divulgação da MP representa mais um avanço no sentido de reduzir custos que afetam a produtividade das empresas. O empresário lembra que a flexibilização de medidas que impactam na atividade econômica é um desafio que tem sido enfrentado pelo setor produtivo, através de debates que busquem alternativas para redução de custos causados por legislações que dificultam o dia a dia das empresas.

“O que vemos hoje são disfunções burocráticas que causam lentidão nos processos, alguns de soluções que poderiam ser simplificadas como a abertura e o fechamento de empresas, em licenciamentos, enfim, situações que refletem perda de competitividade, a redução da produtividade e afetam a geração de riquezas. Há procedimentos que, se em um determinado período eram necessários, hoje são dispensáveis. Então parece coerente uma revisitação que todos os setores possam fazer, seja no poder público ou da iniciativa privada, buscando alternativas para que todos os processos que interferem no dia a dia das empresas e dos cidadãos sejam revistos”, comenta.

Anselmo Ramos cita a criação de um grupo de trabalho em abril deste ano, por iniciativa da ACIJS e com a participação de diversas entidades, da Prefeitura e Câmara de Vereadores, que vem se reunindo para discutir e propor alternativas para reduzir a burocracia, por meio de reavaliações de legislações e sugerindo a simplificação de processos que envolvem o empreendedorismo na região.

“O objetivo deste trabalho é atuar proativamente, visando assegurar controles mais eficientes e menos burocráticos que modernizem os atos públicos e estimulem o desenvolvimento econômico. Ficamos satisfeitos quando diversas ações no mesmo caminho já estejam sendo anunciadas pelo governo federal com o propósito de dinamizar processos que beneficiam a sociedade de maneira geral”, completa.



Confira as

Últimas notícias

ACIJS e Facisc se posicionam diante de novo corte de verbas em obras de rodovias

ACIJS ressalta importância de maior rapidez em obras na malha viária de Santa Catarina

Nota de pesar - Yara Fischer Springmann

A ACIJS, representada por sua Diretoria. Conselho Superior e Empresas Associadas, expressa o sentimento de pesar da classe empresarial de Jaraguá do Sul diante do

Ação Social do Núcleo de Voluntariado leva alegria a crianças no Natal

Iniciativa beneficiou crianças assistidas pelo programa Novos Caminhos e também menores da comunidade haitiana do Bairro Vieiras

NOTA OFICIAL – A favor da moralidade, contra o aumento de gastos públicos

Entidade se alinha a manifestações de setores representativos do meio empresarial e da sociedade civil diante de medidas que comprometem a gestão de recursos públicos

ACIJS vê legitimidade em manifestações por mais recursos a rodovias

Entidades representativas do setor produtivo têm atuado no sentido de assegurar continuidade de obras de infraestrutura

NOTA OFICIAL - Fundo Eleitoral 2022

Com a decisão de senadores e deputados federais, Fundo Eleitoral pode utilizar até R$ 5,7 bilhões de recursos públicos, em 2022

Jaraguá do Sul é a primeira cidade de SC a integrar rede nacional de 5G

Projeto vai permitir a aplicação de tecnologia inédita, com a instalação de redes de 5G por meio da integração de antenas às luminárias inteligentes

“Desafio é recuperar posição de destaque de Jaraguá na economia do estado”, diz prefeito Antídio, na ACIJS

Encontro Empresarial marcou encerramento da agenda de plenárias da entidade em 2021

ACIJS inicia campanha de incentivo à segunda dose de vacina contra a Covid-19

Ação busca envolver a comunidade no esforço para que o ciclo de imunização contra a Covid-19 seja completo

Alta de juros era aguardada, mas decisão pode afetar recuperação econômica, avaliam entidades

Sétimo aumento seguido dos juros pode inibir capacidade de reação de empresas no pós-pandemia, temem especialistas

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar