Notícias 10 maio, 18

A direção do Hospital São José apresentou na plenária semanal da ACIJS e APEVI, no dia 7, relatório com um balanço […]

Hospital São José apresenta balanço da gestão

A direção do Hospital São José apresentou na plenária semanal da ACIJS e APEVI, no dia 7, relatório com um balanço da gestão no período 2016-2017. Mantida pela Associação Hospitalar São José, criada para dar a sustentabilidade administrativa e financeira da instituição após o término da parceria firmada em 2004 entre a ACIJS e a então mantenedora Sociedade Divina Providência, a entidade vem alcançando resultados positivos na gestão compartilhada.

O presidente do Conselho Deliberativo, Paulo César Chiodini, disse que a participação da ACIJS tem sido fundamental no sentido de motivar a comunidade quanto à melhoria da estrutura do hospital, fundado há mais de 80 anos. O empresário lembrou que o hospital de caráter filantrópico hoje oferece mais de 80 por cento dos seus atendimentos a usuários do Sistema Único de Saúde e à assistência social.

O envolvimento da ACIJS, de maneira mais direta, teve início em 2004 quando a Sociedade Divina Providência, alegando dificuldades para a manutenção do hospital, buscou apoio à continuidade dos serviços. Desde então, um projeto de recuperação econômica, modernização de equipamentos e humanização do atendimento foi colocado em prática, tornando o hospital referência em diversas especializações.

“Com a finalização do Plano Diretor em 2016 o hospital alcançou aqueles resultados que haviam sido traçados em 2004 quando a parceria foi firmada e a ACIJS passou a estar representação na gestão plena do ‘São José’, uma participação muito importante para que chegássemos aonde estamos. Mas isto não pode parar, pois o hospital precisa sempre da cooperação de todos”, ressalta Chiodini.

O relatório de diretoria mostra que o hospital recebeu investimentos de R$ 79,5 milhões como resultado do Plano Diretor (2004-2016), dos quais R$ 33 milhões de doações de empresas, R$ 25 milhões do Governo do Estado, R$ 10,5 milhões de recursos próprios, R$ 6 milhões de emendas parlamentares e R$ 5 milhões da Prefeitura de Jaraguá do Sul.

Em 2017, novos investimentos na ordem de R$ 2,5 milhões foram realizados, sendo R$ 900 mil doados por empresários, R$ 300 mil em recursos estaduais, R$ 950 mil de emendas federais e R$ 518 mil de recursos próprios. O hospital conta com uma área construída de 21,5 mil metros quadrados e 306 leitos e 11 salas para cirurgias, sendo que do total de leitos 222 estão em pleno funcionamento para internação e UTIs, e os demais sendo equipados de acordo com a demanda.

No último ano foram prestados 163 mil atendimentos, contra 153 mil no ano anterior, com uma ocupação média de 78% em 2017 frente a 75% em 2016. Dos atendimentos, em 2017 foram 124 mil através do SUS, 33 mil por convênios e 6.200 a particulares, contra 120 mil, 27,5 mil e 5.500, respectivamente, em 2016. No Pronto Socorro o total de atendimentos em 2017 somou 78.500 registros, 12 mil cirurgias realizadas e 10.600 internações.

Paulo Chiodini destacou como uma das dificuldades a defasagem da tabela do SUS, que cobre apenas 65 por cento dos custos de procedimentos com os pacientes atendidos pelo Sistema Único. Como reflexo, desde 2016 o hospital tem um crédito por atendimento extra teto (realizado e sem remuneração pelo governo) da ordem R$ 13,4 milhões, sem previsão de recebimento.

“Esta instabilidade gerada pelo baixo investimento do poder público na saúde impõe um grande desafio à sustentabilidade de hospitais filantrópicos, por isto temos focado na inovação e na eficiência da gestão financeira”, assinala. Para alcançar resultados ainda melhores no custeio, a direção implantou um portal de compras que vem proporcionando economia de 15% na aquisição de medicamentos e materiais.

Quer saber mais detalhes? Acesse o relatório de prestação de contas do Hospital São José.



Confira as

Últimas notícias

Viver Jaraguá quer mostrar oportunidades ao desenvolvimento do turismo regional

Além de mostrar projetos para estimular o setor, evento apresentará linhas de crédito voltadas ao turismo

Economia reage, mas qualificação de mão de obra ainda é desafio

Reaquecimento da economia no pós-pandemia vai exigir mais atenção com a qualificação profissional, avaliam entidades

Núcleo das Cervejarias comemora desempenho de marcas de Jaraguá em evento mundial

Líder do Núcleo das Cervejarias destaca importância da premiação como reconhecimento da qualidade do que é feito na cidade

Transformações globais em pauta na ExpoGestão 2021

Associados da ACIJS têm acesso a um dos principais eventos corporativos do Brasil, de 19 a 21 de outubro

ACIJS se reúne com Badesc por mais acessibilidade a linhas de crédito

Presidente Luis Leigue enfatizou importância de maior facilidade no acesso de micro e pequenos negócios a linhas de crédito

NOTA DE PESAR - Renato Eugênio Trapp

Entidade manifesta pesar da classe empresarial

ACIJS reverencia 60 anos da WEG

Presidente Luis Leigue destacou importância do legado deixado por Werner Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus

Evento online quer potencializar recursos de incentivos fiscais a projetos sociais em Santa Catarina

Objetivo do evento é disseminar importância de destinação de recursos com base em leis de incentivo a projetos que beneficiem as comunidades

Samae apresenta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos à ACIJS

Entidade apoiará encaminhamento de formulário a empresas associadas, com o objetivo de definir gerenciamento de resíduos

Viver Jaraguá reúne especialistas para debate sobre potenciais turísticos

Iniciativa busca dar mais visibilidade ao turismo regional e fomentar o desenvolvimento econômico

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar