Notícias 20 set, 19

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (18) a redução da taxa básica de juros […]

ACIJS avalia que redução da taxa de juros reflete momento positivo na economia, mas com cautela

Anselmo Ramos destaca importância da decisão do Banco Central e do Copom em manter taxa Selic baixa como forma de motivar mercado, mas ressalta que a aprovação de reformas estruturais é condição essencial para que o Brasil volte a crescer e a ter uma economia forte

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (18) a redução da taxa básica de juros – a Selic – em 0,5 ponto percentual. Com isso, a taxa cai de 6% para 5,5% ao ano que, segundo o Copom é compatível com a convergência da inflação para a meta. Este ano a meta de inflação é de 4,25%, sendo que a margem de tolerância é de 1,5 ponto porcentual (índice de 2,75% a 5,75%).

O presidente da ACIJS e do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, Anselmo Luiz Jorge Ramos, avalia que a decisão reflete um quadro ajustado com o panorama do País em relação à inflação. O empresário assinala que a medida considera que a economia ainda mantém um crescimento abaixo do potencial que o Brasil oferece, porém, reforça que a política monetária se mantém de forma a estimular os agentes econômicos. “Embora exista uma ociosidade em relação à plena capacidade de retomada da economia, a expectativa de uma inflação de 3,5% a 4% para os próximos anos de certa forma demonstra um certo controle e isto é positivo para que o otimismo se mantenha”, comenta.

Por outro lado, Anselmo Ramos entende que o avanço nas reformas como a da Previdência e a tributária, ao lado de outras medidas, deve trazer ainda mais confiança ao mercado, mas é preciso que a sociedade acompanhe o encaminhamento destas negociações no Congresso para que elas se efetivem e com isto o País retome sua plena capacidade. Outro aspecto que deve ser sempre ponderado, assinala, são as influências na economia mundial, que sempre podem trazer reflexos em questões como o câmbio, por exemplo. “É preciso continuar acompanhando este quadro que, se de um lado mostra uma recuperação lenta e gradual, de outro demonstra que ela é consistente”.

A última pesquisa do Banco Central havia mostrado que era expectativa do mercado que o Copom mantivesse o ciclo de redução na Selic e fizesse o corte anunciado nesta semana. O comitê disse que, pelo cenário atual, a trajetória de juros deve encerrar 2019 em 5% ao ano e permanecer nesse patamar até o final de 2020.

Em comunicado, o Copom também reiterou a necessidade de avanços nas reformas estruturais da economia brasileira para que os juros permaneçam em níveis baixos por longo tempo. “O Copom avalia que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira tem avançado, mas enfatiza que perseverar nesse processo é essencial para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia”, diz o comunicado.

De acordo com boletim divulgado pelo Copom, o cenário econômico sugere uma retomada do processo de recuperação da economia brasileira, que deverá ocorrer em ritmo gradual e uma inflação na casa dos 3%. “As expectativas de inflação para 2019, 2020, 2021 e 2022 apuradas pela pesquisa Focus encontram-se em torno de 3,5%, 3,8%, 3,75% e 3,5%, respectivamente”, informou o Copom. O Copom disse também que espera que o dólar termine o ano de 2019 valendo R$ 3,90 e que permaneça nesse patamar até o final de 2020.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Para cortar a Selic, o Copom precisa estar seguro de que os preços estão sob controle e não correm risco de ficar acima da meta de inflação.

A Selic, que serve de referência para os demais juros da economia, é a taxa média cobrada em negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

[Com informações da Agência Brasil / EBC – Empresa Brasileira de Comunicação]



Confira as

Últimas notícias

Núcleo das Cervejarias comemora desempenho de marcas de Jaraguá em evento mundial

Líder do Núcleo das Cervejarias destaca importância da premiação como reconhecimento da qualidade do que é feito na cidade

Transformações globais em pauta na ExpoGestão 2021

Associados da ACIJS têm acesso a um dos principais eventos corporativos do Brasil, de 19 a 21 de outubro

ACIJS se reúne com Badesc por mais acessibilidade a linhas de crédito

Presidente Luis Leigue enfatizou importância de maior facilidade no acesso de micro e pequenos negócios a linhas de crédito

NOTA DE PESAR - Renato Eugênio Trapp

Entidade manifesta pesar da classe empresarial

ACIJS reverencia 60 anos da WEG

Presidente Luis Leigue destacou importância do legado deixado por Werner Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus

Evento online quer potencializar recursos de incentivos fiscais a projetos sociais em Santa Catarina

Objetivo do evento é disseminar importância de destinação de recursos com base em leis de incentivo a projetos que beneficiem as comunidades

Samae apresenta Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos à ACIJS

Entidade apoiará encaminhamento de formulário a empresas associadas, com o objetivo de definir gerenciamento de resíduos

Viver Jaraguá reúne especialistas para debate sobre potenciais turísticos

Iniciativa busca dar mais visibilidade ao turismo regional e fomentar o desenvolvimento econômico

Atualização de Instrução Normativa a Brigadas de Incêndio é tema de encontro no Centro Empresarial

Palestra "As mudanças na IN28 - Brigada de Incêndio: Atualização, vistoria e prazo para adequações" é uma iniciativa do Núcleo de Segurança e Saúde no Trabalho da ACIJS

Painel debate oportunidades e desafios com projetos de Parcerias Público-Privadas

Encontro apresentou oportunidades e desafios a serem superados para a viabilidade de mais investimentos em PPPs, com segurança jurídica

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar