Entidades empresariais lançam campanha “Eu voto!” para motivar ida às urnas

“Eu faço a diferença. Eu voto!” Com este mote, as entidades empresariais do Vale do Itapocu – ACIJS (Jaraguá do Sul), ACIAC (Corupá), ACIAG (Guaramirim), ACIAM (Massaranduba) e ACIAS (Schroeder) – pretendem motivar os eleitores da região a comparecerem às urnas nas eleições deste ano.

A iniciativa foi apresentada nesta segunda-feira (6), durante a plenária da ACIJS e APEVI, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul. A linha condutora da campanha, como explicou o presidente da ACIJS e do CEJAS, Anselmo Luiz Jorge Ramos, é a motivação para a mudança de comportamento do eleitor.

“Estamos nos aproximando de mais um pleito eleitoral e precisamos ter uma tomada de decisão quanto à nossa atitude no sentido de que não basta nos indignarmos, e de entendermos que é somente através do voto que conseguiremos alterar este quadro político indesejável”, assinala.

O empresário lembra que há indicadores que apontam para um cenário de desinteresse pelo pleito. Estima-se que 60% de votos possam ser desperdiçados, seja pelo número de eleitores que não regularizaram seus títulos com a biometria (cerca de 9 mil pessoas), ou pelo não comparecimento às urnas, voto nulo ou em branco. “Desde o início deste ano, as entidades já vinham discutindo uma forma de participar do processo eleitoral, seja no intuito de buscar a melhor representatividade para a região, seja com este propósito de valorização do voto”, explica Anselmo.

Com a participação das agências CMC, Oodles, KWB e Woop, que fazem parte do Núcleo de Marketing e Comunicação ACIJS-APEVI, foram elaboradas peças que em breve estarão sendo divulgadas em outdoors, em mídias digitais, rádio e em outros meios com o objetivo de ampliar o alcance das mensagens.

O vice-presidente de Marketing da ACIJS, Luis Hufenüssler Leigue, explica que a campanha tem um caráter de provocação, mas no bom sentido, estabelecendo a inquietude do eleitor.

Segundo ele, as agências trabalharam com elementos que estão presentes em diálogos comuns nas redes sociais, para mostrar que apenas questionar de maneira não producente não melhora o nível político do País.

“A campanha quer sugerir este sentimento, de que compartilhar a indignação de uma celebridade no Facebook, ou replicar algo que até pode parecer engraçado no WhatsApp, mesmo sendo uma Fake News, não resolve o problema. É só o voto que muda o que não concordamos”, lembra.

O presidente da ACIJS completa destacando que o comparecimento do eleitor no dia da votação pode ajudar a qualificar a representação regional. “Há bons candidatos que participarão das eleições, cabe ao eleitor fazer sua opção. Mas isto só poderá acontecer através da votação, e não simplesmente deixando de participar do processo eleitoral”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *