Notícias 24 jan, 19

O Ministério da Economia divulgou nesta quarta-feira (23) os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados, o Caged. Após […]

Indicadores apontam elevação do número de empregos no País

Presidente da ACIJS destaca momento positivo, com reaquecimento gradual da economia e reflexos na geração de postos de trabalho, mas destaca importância das reformas para que o Brasil possa avançar de maneira mais consistente

O Ministério da Economia divulgou nesta quarta-feira (23) os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados, o Caged. Após três anos seguidos de mais demissões do que contratações, a economia brasileira voltou a gerar empregos com carteira assinada em 2018. É o melhor resultado do país desde 2013.

Foram abertas 529.554 vagas formais no ano passado. O número é o resultado da diferença entre as contratações e as demissões no período. Foram registradas cerca de 15,3 milhões de admissões e mais de 14,8 milhões de afastamentos. Em 2018, o setor de serviços foi o que mais abriu vagas, e a administração pública foi o único setor que demitiu trabalhadores.

O Brasil fechou 2018 com um saldo de 38,39 milhões de empregos formais existentes. No fim de 2017, o saldo de empregos formais estava em 37,86 milhões de vagas. O resultado de 2018 representa o maior número, registrado no fim do ano, desde 2015, quando 39,2 milhões de pessoas ocupavam empregos com carteira assinada.

Todas as cinco regiões do país registraram mais contratações do que demissões no ano passado. O governo também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 1.531,28 em dezembro de 2018. Em novembro do ano passado, o salário médio de admissão estava em R$ 1.528.40.

Balanço positivo na região

Segundo os dados do Caged, o quadro também é positivo no município de Jaraguá do Sul, com um saldo de 477 postos de trabalho com carteira assinada gerados no ano passado. Este é o melhor resultado na geração de emprego desde 2014, e o segundo ano consecutivo de resultado positivo no município, que encerrou 2017 com saldo de 288 empregos e registrou a perda de 7.219 empregos formais entre 2015 e 2016. Ao todo, o ano contou com a abertura de 23.921 contratos de trabalho e encerramento de outros 23.444.

Para o presidente da ACIJS, Anselmo Luiz Jorge Ramos, os números divulgados refletem uma situação percebida em todo o País, alinhada aos indicadores de confiança do empresário brasileiro.

“Ações que já foram anunciadas e outras medidas que o governo federal deve implementar trazem uma perspectiva favorável para que as empresas invistam e consequente isto gere um movimento de expansão do quadro de empregos”, assinala Ramos. Para o empresário, quanto mais elevado for o nível de mudanças que proporcionem maior segurança melhorar será a reação do setor produtivo, antevendo que o quadro pode ser mais significativo e se consolidar com as reformas que o Brasil precisa, como é o caso da reforma previdenciária.

“É importante que se tem há em mente que estas reformas, que já estão na pauta do governo há algum tempo, não dependem apenas do Executivo, devem estar alinhadas com o Legislativo, com um consenso que leve à estabilidade econômica de maneira geral, que passe pelo ajuste fiscal, pelo equilíbrio das contas públicas e pelo melhor funcionamento da administração pública”, reforça Anselmo. Outro aspecto que ele aponta diz respeito a questões como a privatização de setores, como em áreas de infraestrutura, que poderá estimular a retomada de investimentos importantes para alavancar o crescimento e consequente aumento das contratações.

Completa o presidente da ACIJS: “Embora o número de pessoas sem carteira assinada ainda seja alto, devendo estar se situando em cerca de 11% de desempregados, os resultados até aqui demonstram que há uma tendência de reversão deste quadro, que continuará refletindo na medida em que o governo demonstre suas ações para que o Brasil alcance um novo patamar de desenvolvimento econômico e social”. [com informações dos portais Diário de Jaraguá e OCP News]



Confira as

Últimas notícias

Presidente da ACIJS diz que decisão do Copom é desconectada da realidade

Decisão anunciada pelo Comitê de Política Monetária na quarta-feira (5) recebeu críticas de entidades que representam o setor produtivo

Avanço importante para região, avalia ACIJS sobre obras de arte na BR-280

Presidente da ACIJS diz que início das obras é alento importante no sentido de que a duplicação entre Guaramirim e Jaraguá será integral

Novo Decreto Estadual atualiza portarias com regras no enfrentamento à Covid-19

Medidas valem até 17 de maio e atendem a necessidade de ajustes em diversas atividades econômicas, considerando a Matriz de Risco

Programa de educação empresarial com foco em mentoria a empreendedores

Estruturado em três eixos, programa visa auxiliar empreendedores à melhoria da gestão, oferecendo Diagnóstico, Curadoria e Mentoria

Governo federal reedita MP de redução de salário e jornada durante a pandemia

Publicação da Medida Provisória de flexibilização trabalhista para enfrentamento da crise ocorreu na quarta-feira, dia 28, no Diário Oficial

Governador se reúne com classe empresarial no CEJAS, dia 12

Durante agenda em Jaraguá, governador se reúne com classe empresarial no CEJAS A visita ao Centro Empresarial de Jaraguá do Sul para um encontro com

ACIJS avalia duplicação do trecho estadualizado da BR-280 como importante reconhecimento do Estado à região

A diretoria da ACIJS acompanhou, nesta sexta-feira (28) a visita que o governador Carlos Moisés realizou à região para vistoriar as obras de duplicação do

Presidente da Acijs avalia expectativas do setor produtivo para a retomada econômica e atuação no enfrentamento da pandemia

Em entrevista à Rádio 105 FM, o presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, Luís Leigue, comentou sobre as expectativas da ACIJS na retomada

Covid-19: é hora de fazer a sua parte

O coronavírus segue fazendo muitas vítimas pelo país. É por isso que cabe a todos nós fazermos a nossa parte. Reforce com seus colaboradores que

Nota de Pesar - Osmar Gumz

A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, representada por seu Conselho Superior, Diretoria e empresas associadas, manifesta profundo  pesar pelo falecimento do senhor Osmar Gumz,

You must login to view your message.
Redefinir senha Cadastrar