aaa

Bombeiros voluntários recebem caminhão equipado para multifunções

Os bombeiros voluntários de Jaraguá do Sul receberam nesta segunda-feira (15) as chaves de um novo caminhão, para suporte ao atendimento prestado pela corporação em serviços de resgate, combate a incêndios e atendimento pré-hospitalar.

O veículo Scania UCIR 50, totalmente equipado, representa investimento de cerca de R$ 800 mil, com recursos de doações de empresas, de pessoas físicas e do Governo do Estado. Para simbolizar o envolvimento da comunidade com a corporação, o veículo foi oficialmente entregue pelo presidente da Associação Empresarial, Anselmo Luiz Jorge Ramos, ao vice-presidente da Associação Serviços Voluntários, mantenedora da corporação, João Alfredo Silveira.

Conforme o comando dos bombeiros, a utilização deste veículo trará maior autonomia em operações que envolvem recursos especializados, como em acidentes aquáticos, ocorrências de trânsito com resgate veicular, combate a incêndios de maiores proporções, atendimentos pré-hospitalares e busca e salvamento em estruturas colapsadas como desmoronamentos, entre outras atividades. Além disso, a viatura é dotada de um gerador próprio de energia, reservatório para 1.500 litros de água, guincho, plataforma elevatória e uma torre de iluminação para operações à noite, entre outros recursos.

“O veículo é equipado com todos os recursos que normalmente exigem viaturas específicas, o que representa uma inovação em termos de atendimentos com estas características”, explica João Silveira. Segundo ele, o projeto é inspirado em conceito europeu de atendimento a sinistros, que se diferencia pela otimização dos recursos e tempo-resposta nas operações de emergências.

Para o presidente da ACIJS, a entrega do veículo e demonstrações dos equipamentos durante o encontro empresarial fortalece a relação da corporação com a comunidade. “O papel institucional da entidade é no sentido estimular este envolvimento da nossa sociedade com esta corporação e com o modelo de bombeiros voluntários, reconhecido por sua eficiência e racionalidade no custeio”, afirmou Anselmo Ramos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *