Programa “Jaraguá Mais Saudável” quer elevar indicadores de qualidade de vida e longevidade

Parceria entre a Federação das Indústrias de Santa Catarina, ACIJS e Prefeitura, o programa “Jaraguá Mais Saudável” foi apresentado na manhã desta quinta-feira (13) durante café da manhã que reuniu lideranças no auditório do SESI.

Trata-se de uma iniciativa pioneira no Estado com o objetivo de elevar indicadores de qualidade de vida que, a longo prazo, pode resultar em uma população mais longeva, como resultado de ações focadas no estímulo a práticas saudáveis.

A divulgação do programa contou com a presença do presidente da FIESC, Mário Cezar de Aguiar, e do superintendente do SESI em Santa Catarina, Fabrizio Machado Pereira.

 

“O trabalho a que essas entidades se propõem envolve um conjunto de atividades coletivas e individuais de promoção da saúde e da qualidade de vida. As ações compreendem o monitoramento de indicadores municipais de saúde e a ampla disseminação de informações sobre o tema, para embasar decisões e estratégias a serem adotadas pelas empresas, poder público e também pelos cidadãos”
Mário Cezar de Aguiar, presidente da FIESC, ressaltando a união de segmentos organizados em torno do propósito de criar as condições apropriadas para que a população de Jaraguá do Sul tenha uma vida mais saudável.

 

Conforme o diretor regional do SESI, Jefferson Galdino, o programa vem mobilizando as entidades há algum tempo e tem previsão de 4 anos para estar totalmente implementado.

“Percebemos que a cidade já concentra uma série de ações que precisam tão somente serem organizadas de maneira articulada. A ideia é engajar as pessoas e valorizar as boas práticas, em torno de hábitos saudáveis, e que isto reflita numa cidade que possa ser referência quando se fala em qualidade de vida”.

 

“É uma proposta colaborativa em que toda a sociedade poderá contribuir com sugestões, mas também ajudando a disseminar o conceito que o programa quer alcançar”
Jefferson Galdino, diretor regional do SESI, destacando a importância do envolvimento da comunidade.

 

A partir do envolvimento de um pequeno comitê que nos últimos meses definiu o conceito e a identidade visual do programa – doação do artista plástico Luciano Martins -, o “Jaraguá Mais Saudável” inicia uma etapa de sensibilização de lideranças, até a apresentação oficial à comunidade no primeiro semestre de 2019.

A partir do projeto-piloto, a ideia poderá ser levada pelo SESI a outras regiões de Santa Catarina com a denominação “Cidade Mais Saudável”.

“O que está sendo construído é um programa que tem a sua base na comunidade, em que pese considerar um modelo internacional, que está sendo pensado e planejado em Jaraguá do Sul”, disse Fabrizio Machado Pereira.

Giuliano Donini, ex-presidente da ACIJS e conselheiro estadual do SESI, acredita que a motivação e envolvimento da comunidade se dará na medida em que os benefícios forem percebidos.

“Quando se entende a iniciativa sob a perspectiva de uma visão sistêmica na qual as pessoas se percebem envolvidas com o objetivo maior do programa, independente do segmento que se represente e pensando coletivamente este engajamento acontece de fato”
Giuliano Donini, ex-presidente da ACIJS e conselheiro do SESI/SC, assinalando a importância da sociedade perceber os benefícios da iniciativa e se engajar

 

O presidente da ACIJS, Anselmo Ramos, diz que a entidade atuará no sentido de mobilizar o setor produtivo, e reforça a importância de o poder público pensar o programa como ação de Estado e não de governo.

“Historicamente a classe empresarial sempre esteve alinhada ao propósito de termos uma comunidade que busque o melhor para a cidade. Temos naturalmente um ambiente propício para o sucesso desta aliança de entidades, trabalhando para que este possa ser um projeto de Estado e não de governo, de maneira que ele não seja interrompido por uma mudança de administração e sim perdure como um projeto da comunidade”
Anselmo Ramos, presidente da ACIJS, salientando a necessidade do projeto ser assumido pelo poder público como projeto de Estado.

Para marcar o lançamento do programa, foi assinado um Protocolo de Intenções entre ACIJS, Prefeitura e SESI com o objetivo de colaboração mútua no sentido de buscar o engajamento de outros setores da comunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *