Presidente da ACIJS destaca importância de Eggon Silva para a comunidade

Eggon

O presidente do Centro Empresarial e da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul Paulo Luiz Mattos disse que a comunidade empresarial recebe com imensa tristeza a notícia do falecimento de Eggon João da Silva, um dos fundadores do Grupo WEG.

Paulo Luiz Mattos destaca a intensa presença de Eggon Silva em favor de Jaraguá do Sul, seja pela atuação do líder empresarial no setor produtivo como na sua vida social e comunitária.

“Nos deixa acima de tudo um respeitado legado, que serve de referência a todos que empreendem e lutam por uma sociedade melhor. O senhor Eggon foi um bravo guerreiro, foi um vencedor. Na Acijs, sempre foi o nosso grande líder, um mentor que orientou a entidade na sua missão como representante das empresas e na busca de melhorias para a comunidade”, destaca o presidente da entidade, relacionando a participação – por exemplo, no projeto de recuperação e modernização do Hospital São José, entre outras frentes.

Por meio do Centro Empresarial, as entidades ACIJS, APEVI, CDL e Sindicatos Patronais expressaram em nota oficial na manhã deste domingo o sentimento de pesar à família de Eggon João da Silva, diretoria e colaboradores do Grupo WEG, os sentimentos de pesar das empresas associadas diante da perda do industrial e cidadão.

“O setor produtivo de Jaraguá do Sul manifesta o reconhecimento à sua participação como líder empresarial e acima de tudo por seu comprometimento com a comunidade. Em meio ao sentimento de profunda tristeza, expressamos o orgulho diante da efetiva presença de Eggon Silva em diferentes momentos de sua existência, seja na fundação da WEG e demais empresas onde esteve presente como dirigente, conselheiro ou acionista, no movimento associativo como ex-presidente da ACIJS e membro do Conselho Superior, na marcante atuação social, política e comunitária em favor do desenvolvimento econômico e social de Jaraguá do Sul, Santa Catarina e do Brasil”, diz o comunicado.

Legado ao associativismo

Eggon João da Silva foi presidente da ACIJS no período 1966 a 1970. Destaca o livro editado por ocasião dos 70 anos da entidade, em 2008, a atuação de Silva em favor da consolidação da ACIJS como principal entidade representativa da classe empresarial.

“A gestão de Eggon João da Silva à frente da Associação seria marcada por intensas atividades em prol da classe industrial, especialmente na defesa de melhores condições de infraestrutura para Jaraguá do Sul. Além de cursos profissionalizantes, em convênio com o Senai, foram permanentes os esforços em busca de maior limite operacional para a agência do Banco do Brasil, o fornecimento de energia elétrica pela Celesc e maior divulgação dos trabalhos da Associação, sempre no sentido de garantir melhorias para o município, particularmente na área de infraestrutura e educação”, relata o historiador Apolinário Ternes, autor da obra publicada por ocasião dos 70 anos da entidade.

A gestão de Eggon João da Silva seria marcada, ainda, pela criação do Corpo de Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul, em 1966, e o apoio à fundação da Câmara de Dirigentes Lojistas. “Iniciando uma nova etapa na ação conjunta das entidades em favor da classe empresarial. Nascia, naquele momento, uma das mais singulares características da ACIJS e de Jaraguá, a do pleno entendimento dos empresários dos diferentes setores em favor das reivindicações comuns da cidade”.

E completa a obra: “A passagem de Eggon João da Silva à frente da ACIJS marcaria a trajetória da entidade, constituindo-se sua gestão de quatro anos como marco divisor na história da Associação. Propostas, ideias, projetos e programas seriam desencadeados pela entidade, num movimento crescente de desenvolvimento da classe empresarial, até alcançar os dias atuais em que, depois de receber grandes e distinguidas premiações nacionais, a Associação serve como modelo e referência para centenas de outras entidades semelhantes em todo o País”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *