Palestra apresenta conceitos da internet industrial na plenária ACIJS-APEVI

Conceitos da chamada internet industrial e sua aplicação como meio para conectar pessoas, cidades e empresas e seus processos de manufatura através de máquinas inteligentes, estarão na pauta da reunião semanal da ACIJS e APEVI na segunda-feira, dia 4.

O tema será apresentado pelo empresário José Rizzo, diretor da Pollux Automation, de Joinville e presidente da Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII). O objetivo da palestra é mostrar como as empresas precisam conhecer e se preparar para os importantes impactos que essas novas tecnologias estão gerando. E mostrar também como essas tecnologias aplicadas à indústria se refletem no dia a dia das pessoas, apresentando cenários cada vez mais realistas que até pouco tempo pareciam ficção.

De acordo com Rizzo, a internet industrial foi criada para difundir as oportunidades que as novas tecnologias oferecem ao setor produtivo, mas também no sentido de esclarecer que embora pareça algo complexo, nada mais é do que a integração de processos que já estão presentes no cotidiano da maioria das pessoas.

“Estamos entrando em uma nova fase da revolução industrial, na qual temos um acesso instantâneo às informações. Isto está mudando nossas vidas”, destaca o presidente da ABII.     Segundo o empresário, a internet industrial permite melhorar a qualidade de processos e aumentar a competitividade.

Com o uso da tecnologia é possível imaginar, por exemplo, peças de uma aeronave que enviam um alerta quando identificam necessidade de reparos, ou ainda, outra situação, turbinas eólicas que conseguem sozinhas, se comunicar umas com as outras com o propósito de gerar mais eletricidade, aumentando sua eficiência.

Além destas possibilidades, há vários exemplos de como os novos meios de conectividade de coisas do mundo físico às redes virtuais estão se multiplicando rapidamente. Sensores cada vez menores, mais inteligentes e mais acessíveis vem sendo instalados em meios de transporte, roupas, residências, e aos produtos que saem das fábricas. O agronegócio é outro exemplo importante de como a internet das coisas ajuda a corrigir processos e minimizar perdas.

Para os especialistas, a internet industrial já chegou e é preciso estar conectado com essa realidade para manter a competitividade no mercado. “Afinal, em plena era da transformação digital, mercado e consumidores contam com opções tecnológicas mais inteligentes para apoiar o processo de transformação, seja pessoal ou profissional.

A Internet Industrial das Coisas é o resultado da união do mundo digital ao mundo das fábricas, fazendo a conexão entre máquinas inteligentes e análises avançadas a pessoas de qualquer lugar e em qualquer momento, a fim de gerar mais produtividade, qualidade e decisões assertivas.

A reunião semanal da ACIJS e APEVI ocorre no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, às 18 horas, e aberta à participação de empresários, executivos e profissionais de todas as áreas, e a ao público em geral, com acesso gratuito. Informações pelo telefone (47) 3275-7027 e pelo e-mail [email protected]. Participe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *