Município faz relato na plenária ACIJS-APEVI sobre projetos na área da Educação

Elson Quil Cardozo

As ações que a administração municipal realizou no âmbito da Educação foram apresentadas durante a plenária semanal da ACIJS e APEVI nesta segunda-feira, dia 8 de agosto. O secretário Elson Quil Cardozo fez um relato dos avanços na área e reiterou a importância da parceria com o setor produtivo, representado por meio do engajamento da classe empresarial na conquista de melhores indicadores para o ensino público.

Cardozo reiterou que houve avanços significativos, porém salientou que o esforço pela obtenção de um desempenho ainda melhor na qualificação de professores e na ampliação e melhoria das escolas e dos recursos utilizados na formação de alunos é permanente.

“Fizemos uma prestação de contas do que tem sido realizado pelo município, especialmente quanto ao projeto voltado para a Educação com o apoio da Associação Empresarial, discutindo as possibilidades e isto tem gerado resultados muito positivos. Colocamos aqui o que pensamos em termos de futuro para a área educacional, mas não unicamente como algo para um período de gestão pública, e sim como necessidade para a Educação de Jaraguá do Sul, independente da questão política”, observou o secretário.

Segundo ele, o projeto em parceria com a ACIJS trabalha em três grandes áreas: infraestrutura, capacitação de professores e a avaliação escolar. “Na questão da infraestrutura, havia um estudo que considerava aspectos como construção de 4 novas escolas, mas ao longo do tempo observamos que o que existe são bolsões que precisam ser atacados de maneira mais particular e com isso resolvermos os problemas de matrículas sem necessariamente construirmos mais unidades escolares e sim ampliarmos e melhorarmos as estruturas existentes”, disse o secretário, citando regiões com mais densidade populacional onde a situação foi detectada, como os bairros Nereu Ramos e Ilha da Figueira.

Elson Cardozo destacou durante a explanação outras ações que de acordo com ele sinalizam para uma gestão integral do sistema, possibilitando a correção de rumos em busca de melhores desempenhos em qualidade. “Falamos sobre aspectos que desejamos avançar, uma das prioridades é a formação de nossos professores, trabalhar aspectos da administração escolar como a eleição de diretores, a avaliação interna, o acesso à tecnologias que auxiliem o professor em sala de aula, e neste processo a contribuição de pessoas da comunidade que estão preocupadas em contribuir é muito positivo”, assinala ao mencionar como um dos resultados da parceria com a classe empresarial a criação do Prêmio Professor Nota Mil que possibilitou a educadores do município a realização de viagem de intercâmbio à Alemanha para conhecimento de práticas educacionais naquele país.

Para o presidente da ACIJS Giuliano Donini, o balanço que pode ser feito quanto ao envolvimento da classe empresarial com o tema Educação é positivo na medida em que a entidade busca sempre atuar em apoio às iniciativas da administração municipal, compartilhando experiências que o setor produtivo julga interessantes para a melhoria do processo. “Os indicadores alcançados neste período de parceria mostram que tem sido possível avançar em algumas questões, acima de tudo demonstra um nível de clareza das informações e isto é fundamental para que a sociedade compreenda como pode ser sua contribuição. Atuar neste campo tão complexo como a gestão educacional é um processo longo, então é preciso enaltecer a postura do poder público municipal de atuar com transparência e principalmente ter disposição de aceitar contribuições que venham da comunidade”.

O empresário destaca ainda o envolvimento de associados que, além da dedicação em tempo nas reuniões e na articulação de ações efetivas de apoio ao desenvolvimento dos trabalhos participam também com a destinação de recursos financeiros para a sustentação do projeto. “Os passos dados até aqui têm sido consistentes para a evolução do processo, mas é uma ação que não pode se encerrar no fim de um período administrativo, pois temos menos de dois anos de trabalhos e há muito a ser feito se desejamos que esta intervenção reflita no futuro em melhores indicadores para a Educação”.

O presidente ressalta que a ACIJS permanece comprometida com o projeto e acredita na preparação de uma nova geração de profissionais e na formação de jovens que farão parte da comunidade seja como empreendedores ou como trabalhadores e cidadãos melhor preparados, avaliando que o ganho final é de toda a sociedade a partir do momento em que o município passa a oferecer melhorias na qualidade de vida à sua população. “É uma perspectiva de um ciclo longo de investimentos e enquanto se perceber que o caminho é acertado, onde exista ambiente para ações conjuntas e o engajamento de todos, esta frente de trabalho deverá ser mantida e até aperfeiçoada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *