Jaraguá faz ação por mais cordialidade no trânsito

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que cerca de 1,25 milhão de pessoas morre, no mundo, por ano em acidentes de trânsito, e deste total, metade das vítimas são pedestres, ciclistas e motociclistas.

O Ministério da Saúde, por outro lado, mostra que no período entre 1988 e 2015 morreram no Brasil cerca de 700 mil pessoas em decorrência de acidentes de trânsito, além de deixar vítimas com sequelas graves. As estatísticas oficiais apontam que os pedestres formam as principais vítimas fatais, seguidas de ocupantes de automóveis, motociclistas, ocupantes de caminhões e, finalmente, de ônibus.

Desde a criação do Código Brasileiro de Trânsito, há 20 anos, o País acumula perdas de R$ 720 bilhões causadas por acidentes de trânsito.

Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, são gastos de R$ 36 bilhões por ano, equivalente a 12% do PIB (Produto Interno Bruto, a soma de todas as riquezas) do Brasil.

As estatísticas demonstram claramente, de acordo com especialistas, que Acidentes de trânsito no Brasil, um problema de saúde pública

O quadro preocupante deve motivar cada vez, avaliam pesquisadores em segurança no trânsito, a reflexão e o envolvimento da sociedade com o assunto.

Neste sentido, o Núcleo das Transportadoras ACIJS-APEVI faz o lançamento na segunda-feira, dia 8, da campanha Cordialidade no Trânsito, com apoio da ACIJS e patrocínio das empresas Agricopel, Postos Mime, Scania, Grupo Mevepi, Mercedes-Benz e Savana.

Jean Garcia, coordenador do Núcleo, diz que a ideia central é sensibilizar a comunidade de a questão do trânsito diz respeito a todos e que ações aparentemente simples, de respeito e boa convivência, podem fazer diferença no sentido de prevenir os acidentes. “Cada um pode fazer a sua parte, sem achar que um é mais culpado que o outro”, pondera o empresário.

A campanha ocorrerá no período de 15 a 28 de outubro, e vai contar com divulgações de materiais com orientações ao público, entre outras ações que serão apresentadas na plenária da ACIJS-APEVI na segunda-feira, no Centro Empresarial.

A reunião ocorre às 18 horas, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, com acesso gratuito e aberta a empresários, profissionais de todas as áreas e ao público em geral.

Informações pelo telefone (47) 3275-7027 e pelos e-mails [email protected] e [email protected]

O que daria para fazer com os R$ 720 bilhões gastos em função de acidentes de trânsito:

– Cobrir 5 anos do rombo da Previdência Social (dados de 2014 a 2018)
– Construir 22 mil novos hospitais, com 250 leitos, UTI e Unidade de Traumatismos Grandes
– Quase triplicar o número de escolas no País [hoje cerca de 200 mil em atividade]
– Suprir o déficit habitacional brasileiro, com sobra de 70%, na construção de casas [no Brasil, hoje, há um déficit de 6 milhões de moradias]
– Na segurança pública, os recursos correspondem a mais de duas vezes o que é aplicado hoje no Brasil
– Construção de 185 mil quilômetros de rodovias e de 60 mil quilômetros de ferrovias, com isto triplicando a malha neste modal

(Dados extraídos de reportagem em www.carros.uol.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *