Guia de boas práticas nas redes sociais: 7 regras básicas para não passar vergonha

Social Media Logotype Background

Social Media Logotype Background

As redes sociais são praticamente a 8ª maravilha do mundo: pessoas se comunicam a todo instante de qualquer lugar do mundo, compartilham suas experiências e, até as mais inexperientes marcas tem um reforço mais do que importante para se comunicarem com seus clientes.

Mas, falando em nós – usuários apaixonados pelo Facebook, Twitter, Instagram, e muitas outras redes sociais – considerando que somos brasileiros, fervorosos por sentimentos e mais do que impulsivos, será que sabemos utilizar corretamente essas ferramentas?

É sabido que, pelo menos uma delas, não. Em entrevista recente Mark Zuckerberg, criador do Facebook, criticou o “mau comportamento” dos brasileiros na ferramenta. “Se por um lado, os brasileiros fazem o Facebook crescer, por outro estragam tudo”, disse.

A crítica obviamente se deve à histórica tendência ao exagero de alguns brasileiros, que compartilham mensagens excessiva e repetidamente, repassam correntes e/ou derrapam e muito na gramática. Considerando tudo isso, Zuckerberg ainda disse que planeja elaborar um manual de comportamento exclusivamente para nós. Que mico, né gente?!

Pensando nisso, vale a pena conferir algumas regrinhas básicas pra gente seguir enquanto usuários das redes sociais:

  1. Não se exponha demais: Compartilhar exatamente todos os passos que você dá na vida, além de por em risco a sua segurança e da sua família (sim, até os bandidos estão de olho no que você posta), faz com que você perca alguns amigos virtuais e seguidores, já que nem tudo é de interesse mútuo e acaba saturando a timeline alheia.
  2. Cuidado com as palavras que usa: Palavrões, gírias grotescas ou ofensas não são bem vindas nas redes sociais. Trata-se de um princípio básico de comportamento. Lembra quando o seu pai e sua mãe diziam “olha essa boca, menino!”? Pois então, isso também vale para seus posts.
  3. Deixe os desabafos íntimos e indiretas para falar pessoalmente: Não tem nada pior do que ler alguma coisa escrita pelo seu amigo do peito que demonstre o quanto ele está chateado porque “alguém” pisou na bola com ele. Então, pra que dar preocupação pra quem não merece? Além disso, é chato demais fazer isso, né gente?! Vamos ser mais honestos, falar teti-a-teti e distribuir alegria e não rancor.
  4. Não seja o reclamão: Vamos combinar que é bem chato seguir aquela pessoa que, volta e meia reclama da vida, né?! Então pense bem nisso antes de compartilhar suas mágoas publicamente. Na medida certa, você pode e deve expressar suas opiniões, mas cuide para não ser negativo em excesso, ou até mesmo ofender alguém.
  5. Mantenha uma boa postura: As redes sociais são a sua cara, mostram o que você é como pessoa. Muitos ainda não sabem, mas hoje uma das primeiras atitudes dos recrutadores ao estudarem um candidato, é dar aquela fuçada nas suas redes sociais. Se a postura e comportamento do indivíduo não forem lá muito exemplares, as chances de ele ser descartado são muito grandes. E você não quer perder uma boa oportunidade, seja de emprego, negociação ou de um contato promissor por causa de um post mal pensado, certo?
  6. Seja autêntico: É bacana a forma como a gente consegue conhecer um pouquinho mais dos nossos amigos através das redes sociais, não é? Por isso é mais do que importante não se construir uma imagem falsa, tentando transmitir algo que você não é, que não corresponde com a sua realidade. Não é necessário nem explicar porque isso não é legal!
  7. Preste atenção na gramática: a língua portuguesa é difícil, a gente sabe. Mas gente, o básico é essencial. Pega bem mal escrever errado, e a gente vê umas coisas bem absurdas por ai.

Seguindo essas premissas básicas, a ideia principal é: seja discreto, verdadeiro e, acima de tudo, aproveite a era digital e o que ela tem de melhor para se informar de tudo e mais um pouco, e crescer como pessoa, não o contrário.

Patricia Berwig Gelsleichter – Público Digital

Núcleo de Agências de Comunicação da ACIJS-APEVI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *