Fazer Jaraguá crescer com eficiência na gestão e respeito às leis é a meta, diz Antídio Lunelli

dsc_0040

O prefeito e o vice eleitos Antídio Lunelli e Udo Wagner estiveram na plenária semanal da ACIJS e APEVI nesta segunda-feira (24) para um relato sobre ações que pretendem colocar em prática a partir de janeiro. A retomada da capacidade de investimentos, a busca de economia no custeio e a melhoria da eficiência da máquina administrativa foram indicadas como prioridade pelo prefeito e vice para que o município volte a crescer com sustentabilidade financeira.

Antídio Lunelli e Udo Wagner falaram sobre o processo de transição que vem ocorrendo com a equipe do atual prefeito Dieter Janssen, detalharam critérios para a formação da futura equipe de governo e alinharam pontos que deverão nortear o plano de governo. “Não podemos neste momento detalhar ações que certamente serão tomadas porque ainda estamos tomando conhecimento da real situação do município, verificando números e ter um quadro geral, não fizemos promessas em campanha e não faremos agora sem conhecer o quadro real, o que posso dizer é que já sabemos que será preciso muito equilíbrio diante das dificuldades que enfrentamos com a economia do Brasil”, resumiu o prefeito eleito.

Uma das constatações que a equipe que trata da montagem da futura estrutura de governo é quanto à falta de agilidade na tomada de decisões. “Por isto já estamos trabalhando para que o município modernize todo o seu sistema de informações, o que vai implicar na reorganização da estrutura de gestão e melhor qualidade dos serviços para tornar o atendimento às pessoas mais eficiente e com economia de recursos. Isto tem impedido a cidade de avançar, perdemos muitas oportunidades de investimentos por conta da demora nos processos”, completa Antídio Lunelli.

Prefeito e vice comentaram sobre a intenção de reorganizar o organograma com a definição de somente 9 secretarias, através da integração de pastas como as áreas de finanças, planejamento e administração, e a redução de cargos comissionados – hoje são 91 ocupantes de funções comissionadas. Uma das ideias é buscar recursos para a área de desenvolvimento econômico, seja com o estímulo à investimentos no campo da inovação associados ao modelo econômico que caracteriza a cidade ou também dando maior ênfase à agricultura de maneira integrada à estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “Historicamente tivemos uma agricultura forte e precisamos retomar esta capacidade tanto quando continuar estimulando a indústria e outros segmentos onde temos muito potencial”, explicou Udo Wagner, citando áreas como a cultura, o turismo e serviços.

Antídio também foi questionado sobre a possibilidade de mudança no sistema viário com a retirada de ciclo-faixas, dizendo que nenhuma decisão será tomada antes de um estudo técnico. “Não somos contrários ao espaço de circulação de bicicletas, mas alguns problemas existem em relação ao modelo que existe e que precisa ser reavaliado para atender aos interesses de todos. Há reclamações de comerciantes e num momento como de crise na economia, com queda nas vendas, é necessário considerar os efeitos da falta de espaço para estacionamento para os lojistas. Vamos analisar as demandas com muito cuidado e tomar a melhor decisão dentro do que estabelece a engenharia de tráfego e as normas de segurança. Este governo fará de tudo para que Jaraguá do Sul seja uma cidade eficiente e volte a crescer com qualidade, mas nada será feito sem amparo legal. Isto é o que nós prometemos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *