aaa

Empreendedorismo e inovação na plenária ACIJS-APEVI

O Perfil do Empreendedor Individual, com base em levantamento realizado pelo Sebrae Nacional em 2013, foi apresentado na plenária da ACIJS-APEVI desta segunda-feira, 13, pelo coordenador regional do órgão, Jaime Dias.

Segundo ele, o levantamento mostra que o segmento se mostra a cada dia mais forte e com atuação destacada na economia nacional. O estudo realizado em 26 estados e no Distrito Federal revela que no Brasil existem 3.659.781 micro empreendedores individuais, sendo 123.861 em Santa Catarina, números que em março deste ano já chegavam a 4.876,141 no Brasil e a 167.919 em Santa Catarina; na região Norte são 31.473 e no Vale do Itapocu estão distribuídos em 2.665 em Jaraguá do Sul, 580 em Guaramirim, 490 em Massaranduba, 397 em Schroeder e 346 em Corupá, totalizando 4.500 MEIs e respondendo por mais de 7 mil empregos gerados.

6421

Conforme Jaime Dias, os MEIs estão distribuídos em 39,5% no comércio, 15,3 da indústria, com destaque ainda no comércio e serviços; em termos de atividades, o segmento está presente com mais força no vestuário (11%), no de cabeleireiros (6,9%) e na construção civil (3,4%). O levantamento também mostrou que as ocupação por gênero é bem equilibrada, com 53% masculino e 47% feminino; em termos de escolaridade, 37% dos micro empreendedores possuem o ensino fundamental, 44% o técnico e 19% em nível superior. “Isto mostra que o empreendedor individual também possui uma formação em diferentes graduações”, afirmou Jaime Dias.

Outro dado interessante, aponta o coordenador do Sebrae, é o fato de que 77,3% dos MEIs não buscou acesso a crédito para o desenvolvimento de suas atividades, chegando a 12,5% deles. Ele ressalta que a definição do CNPJ traz grande ajuda aos empresários individuais na medida em que facilita a negociação. “O empreendedor passa a ter uma identidade e sem dúvida isto é positivo não só para a obtenção de crédito, como na atuação em processos de licitação”.

Jaime Dias comentou, sobre a participação em licitações, que o Sebrae vem atuando no sentido de buscar a regulamentação desta questão dentro da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. Esta semana, o Sebrae também está promovendo uma série de atividades como palestras de orientação aos MEIs visando ampliar suas oportunidades no mercado. No Centro de Jaraguá, uma tenda instalada ao lado da Biblioteca Pública, esclarece sobre Imposto de Renda, dá dicas de empreendedorismo e atua na regularização de atividades. O coordenador regional informou ainda que o Sebrae em breve estará atuando em novo endereço, com o objetivo de ampliar sua atuação na região.

Em outro momento da plenária, o gerente do Instituto Senai de Tecnologia Alexandre Santos apresentou oportunidades que estão sendo oferecidas com o programa SebraeTec, voltados à inovação e tecnologia. Segundo ele, é um programa exclusivo para MPEs e disponibiliza 500 mil horas de capacitação e aplicação de recursos da ordem de R$ 30 milhões em Santa Catarina. “São atividades de consultoria, pesquisa e desenvolvimento de negócios, com subsídio de 80% pelo Sebrae e 20% pelas empresas, uma oportunidade significativa para as empresas”, explicou.

O programa conta com a parceria de entidades como o Senai, e beneficiará 24 regiões do estado, contando com 70 projetos que já foram aprovados e executados por 8 unidades do sistema Senai, beneficiando 258 empresas e recursos de R$ 1, 3 milhões captados em áreas como segurança do trabalho e eficiência energética, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *