Empreendedores contam suas trajetórias durante plenária

Para finalizar o mês do empreendedorismo e cooperativismo, na reunião plenária de segunda-feira, 30/9, foram expostas a trajetória de duas empresas desde que iniciaram o empreendimento e os resultados alcançados. A startup Pip foi apresentada por  Guido Jackson e João Paulo Alves apresentou o case de sucesso da Voitila.

Guido explicou que a ideia inicial era oferecer ao mercado uma solução de tecnologia que permitisse mais comodidade e segurança ao consumidor nas suas compras. O sistema utilizando tablets e smartfones permitiria ao cliente consultar virtualmente preços e ofertas, efetuando os pagamentos on-line nos caixas de supermercados, e ao estabelecimento controle de estoques, entre outros benefícios. Como o projeto requer investimentos em estrutura que ainda não são compatíveis com a realidade do mercado, Guido e seus sócios desenvolveram outra solução que acabou resultando no Pip.pe, inicialmente como uma fanpage e agora transformada em uma plataforma de rede social semelhante a do Facebook destinada a compartilhar dicas de gastronomia, receitas culinárias e serviços voltados a este público nas telas de computador, tablets e smartfones.

guido-plenaria

Recentemente, a startup foi um dos 5 projetos de Santa Catarina selecionados pelo Sebrae para representar o Brasil no TechCrunch Disrupt, evento que reuniu empreendedores de negócios em tecnologia do mundo inteiro no Vale do Silício, em São Francisco (EUA). Segundo ele, foi uma oportunidade valiosa estar no mesmo ambiente em que outros ícones da inovação já apresentaram ideias que deram certo, como o Youtube, Google, Twitter, entre outras ferramentas.

joao-paulo-plenaria

O segundo case apresentado foi o da Voitila, criada em 2011 pelos sócios João Paulo Alves e Thiago Roger e voltada à produção e comercialização de batata recheada congelada. Do projeto inicial de fabricar a iguaria em uma cozinha improvisada, a empresa rapidamente expandiu suas atividades e vem conquistando mercado e além de Jaraguá do sul e região já atende grandes redes de supermercados, restaurantes e outros pontos de gastronomia em Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Gaspar e Florianópolis. Como resultado do crescimento, a Voitila já planeja passar para uma nova fábrica em 2014 com capacidade para 85 toneladas de produtos por mês, com investimento de R$ 4,5 milhões e faturamento de R$ 2,5 milhões/mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *