Conscientizar motoristas e reduzir acidentes, desafios do programa Trânsito + Seguro

dsc_0042

A necessidade de ações permanentes de educação e a implementação de soluções voltadas à redução de acidentes e mortes no trânsito levou as polícias Militar e Civil e a Prefeitura e formar um comitê para tratar de forma especial a questão no município.

Com este objetivo, representantes de diversos setores da sociedade passaram a se reunir para a criação de um programa permanente de educação no trânsito. Este comitê reúne o poder público, o poder judiciário, instituições de ensino, classe empresarial e comunidade, resultando no programa Trânsito + Seguro e, em novembro, no lançamento da campanha “A vida adverte: respeite o trânsito”.

O programa foi apresentado na plenária semanal da ACIJS e APEVI pela comissão responsável. Rolf Dieter Teske, que representou a comissão, disse que a ideia é promover o trânsito como uma agenda permanente, que esteja alinhado às preocupações diárias de todos os cidadãos.

Segundo a comissão, somente neste ano as mortes em acidentes já ultrapassaram em 5 vezes os homicídios. Em 2015, foram registrados 3.407 acidentes em Jaraguá do Sul, sendo 934 deles com pessoas feridas ou mortas. Como resultado, são gastos por ano R$ 25 milhões com despesas decorrentes de acidentes de trânsito no município. Com este valor, seria possível manter cerca de 4 mil alunos no ensino fundamental por um ano.

Outro dado importante levantado pela Polícia Militar de Jaraguá do Sul é de que 80% dos acidentes de trânsito ocorrem por falta de atenção. Se comparados os dados do município com os de outras cidades de maior população, os dados são preocupantes. Comparando Jaraguá com Blumenau, por exemplo, verifica-se que mesmo com menos habitantes (167 mil contra 343 mil) e de veículos (112 mil contra 251 mil) houve em Jaraguá 1.835 acidentes até julho de 2016, contra 1.649 em Blumenau.

Com o programa “Trânsito + Seguro”, explicou Rolf Dieter, o município buscará reduzir as taxas que incidem sobre estas estatísticas. Com advertências marcantes e imagens de impacto, as peças publicitárias informarão sobre as consequências reais do uso do celular ao dirigir. Para isto, foi escolhido como mote principal da primeira campanha educativa e preventiva do programa o conceito “A vida adverte: respeite o trânsito”, mostrando o celular como um dos meios de distração nas ruas. Isto porque, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, usar o celular ao volante aumenta em 400% o risco de acidentes.

Para atingir o maior número de pessoas, a campanha vai contar com a distribuição de flyers informativos, com a participação de artistas de rua alertando sobre a importância da atenção no trânsito. Nos bares da cidade, os avisos serão apresentados no formato de smartphones, distribuídos nas mesas para mostrar os perigos de falar ao celular enquanto dirige. Além disso, a campanha vai atingir a população através de todos os meios de comunicação como blogs, sites, jornais, revistas, rádios, outdoors e via redes sociais durante os meses de novembro e dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *