Cláudio Vignatti promete a empresários não aumentar tributos

O candidato do Partidos dos Trabalhadores ao Governo do Estado, Cláudio Vignatti, assumiu o compromisso de não aumentar tributos. A afirmação foi feita na segunda-feira, quando o candidato participou de encontro organizado pelo Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (CEJAS) para apresentar seus planos caso eleito governador de Santa Catarina nas eleições do dia 5 de outubro. O roteiro vai ter sequência na próxima segunda-feira, quando participa do encontro o candidato Paulo Bauer (PSDB), e encerra no dia 1o de setembro com a presença do atual governador e candidato à reeleição Raimundo Colombo.

Na conversa com diretorias e associados das entidades ligadas CEJAS (ACIJS, APEVI, CDL e Sindicatos Patronais), Cláudio Vignatti esteve acompanhado do candidato ao Senado Milton Mendes. O candidato à majoritária descreveu como pretender administrar o Estado, enfatizando como preocupações centrais as áreas de segurança pública e a saúde. Segundo Vignatti, nos roteiros que têm cumprido pelo Estado para conhecer as reivindicações das regiões percebe que há necessidades muito parecidas. “Ouvindo lideranças de sindicatos ou de empresários, o que temos uma ideia de como esses setores sentem a ausência do Estado em questões como saúde, planejamento, educação e nas outras áreas”, disse.

O candidato disse que o plano de governo do PT relaciona 5 pontos centrais, mas entende que Santa Catarina precisa retomar o planejamento estratégico, mencionando o trabalho deixado pelo ex-governador Celso Ramos como uma referência. “Com o Metaplan Celso Ramos mostrou que é preciso planejar, mas isso vem tendo continuidade. Vamos trabalhar nessa direção, ouvindo todas as regiões”, comentou, dizendo que uma das ideias é ter um Gabinete de Gestão que substituiria as Secretarias de Desenvolvimento Regional.

Esse gabinete contaria com seria representantes da sociedade em cada região para encontros mensais de trabalho. Vignatti também falou dos seus planos para a infraestrutura e prometeu buscar recursos federais para viabilizar obras reclamadas pela região, como a duplicação da BR-280. “Queremos trabalhar com a participação de todos os segmentos. Com os empresários posso assumir o compromisso de não aumentar tributos e de ser um animador da economia, divulgando os produtos de Santa Catarina”, disse.

O presidente do CEJAS e da ACIJS, Paulo Luiz da Silva Mattos, lembrou que as entidades empresariais estão oportunidades aos candidatos se apresentarem a uma massa crítica importante para o processo eleitoral. “Jaraguá do Sul é uma das poucas cidades superavitárias do Brasil, tem uma participação ativa na economia, mas arrecada mais do que recebe de contrapartida dos governos. Queremos ter o compromisso de apoio das lideranças políticas para revertermos esse quadro”, observou.

vignatti

No final de cada uma das três apresentações, os candidatos receberão uma cópia de um documento com os principais pleitos da região, que destacam pontos tratados no encontro. Confira o documento na íntegra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *