Agências de Publicidade realizam pesquisa para aprimorar relação com o mercado

Com o objetivo de fortalecer a representatividade das empresas que atuam no segmento, o Núcleo de Agências de Publicidade realizou recentemente pesquisa junto ao mercado de Jaraguá do Sul.

Ricardo Rodermel, coordenador do Núcleo de Agências de Publicidade, conta que a pesquisa buscou conhecer a demanda do mercado. Por meio de uma campanha, a proposta buscou fortalecer o núcleo e mostrar para os empreendedores locais o trabalho de comunicação realizado por essas agências.

“A ideia é aproximar as empresas, apresentando os profissionais qualificados a ajudá-las a crescerem por meio de campanhas criativas, projetos de identidade visual fortes e também na gestão profissionalizada de mídias sociais e em outros canais de diálogo com os seus clientes. Nos reunimos para planejar os objetivos da campanha e, logo de início, percebemos a necessidade de estudar o público-alvo, os empreendedores locais. É fundamental entendermos o que motiva ou desmotiva nossos futuros clientes, seus receios e seus maiores desejos em comunicação. E a melhor maneira para ter estas respostas é perguntando para eles”, assinala.

Desde que a pesquisa foi realizada, contando com a participação de muitas empresas de vários segmentos econômicos, o Núcleo de Agências passou a ter uma percepção sobre a realidade do negócio. “Uma das primeiras constatações são de que o mercado conhece pouco sobre o trabalho das agências, e de que ainda prevalece a noção de que só grandes empresas podem contar com uma comunicação feita por profissionais especializados e muitos ainda preferem realizar internamente as operações de comunicação ou contando com freelancers”, diz.

Outra constatação é quanto ao imediatismo dos resultados de uma ação, assinala Ricardo, geralmente com foco no comercial do que na construção de uma marca que se perpetue e seja reconhecida. “Essas informações são valiosas para a criação de uma campanha assertiva, mas, ainda mais importante, nos permite construir melhores práticas e oferecer melhores serviços no longo prazo”.

Como resultado prático do levantamento, as agências nucleadas têm como tarefa mostrar às empresas que, em 2017, “os modelos de agências são muito mais fluidos e adaptáveis, podendo suprir as necessidades mesmo de uma pequena empresa, construindo uma comunicação forte e deixando a marca mais saudável, além de impulsionar as vendas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *