aaa

ACIJS vê acerto em medida do governo que flexibiliza crédito a micro e pequenas empresas

Medida acertada que vem ao encontro da necessidade de micro e pequenas empresas obterem mais facilidade de crédito. É como avalia o vice-presidente da ACIJS, Tiago Coelho (foto), ao comentar o anúncio feito pelo governo federal ao propor a criação da Empresa Simples de Crédito (ESC).

Segundo ele, desde que assumiu o governo do presidente Jair Bolsonaro tem sinalizado disposição em implementar medidas que visem à desburocratização de vários setores que afetam diretamente o ambiente econômico.

“Medidas que tenham impacto no desempenho da economia, que ajudem na geração de emprego e renda, sempre são positivas e encontram respaldo do setor produtivo”, avalia o vice-presidente da ACIJS.

Tiago Coelho entende que há algum tempo o Brasil necessitava de sinalizações positivas quanto à abertura do mercado de crédito voltado aos pequenos negócios. “Este é um segmento onde ainda prevalece um grupo mais restrito na área financeira, ao passo que tem havido um crescimento no número de novos negócios de pequeno e médio porte, além de empresas na área de inovação e startups que não conseguem acessar crédito ou quando conseguem enfrentam custos. Quase sempre esses custos não são adequados à sua realidade em termos de capacidade para fazer frente a taxas e juros, o que afeta diretamente à competitividade destas empresas. Com esta nova modalidade o empresário pode ter mais fôlego até consolidar seu projeto de negócio”, pondera.

Outro aspecto, lembra Tiago Coelho, diz respeito às mudanças no chamado Sistema 5 S, que pode impactar no Sebrae, por exemplo, que tradicionalmente atua como fomentador de empreendimentos por meio de linhas de crédito. “Estas entidades passam por um ajuste nos seus modelos de atuação e com um novo formato de crédito, como o governo está propondo, o empresário passa ter uma alternativa adequada às suas necessidades”.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *